eco.sapo.pteco.sapo.pt - 14 jul 12:21

Munich Re entre as “vítimas” com falha do foguetão Vega

Munich Re entre as “vítimas” com falha do foguetão Vega

Resseguradora alemã admite responder por uma apólice no total de 369 milhões de euros, após o falhanço no lançamento do foguetão Vega da Arianespace que transportava um satélite militar dos EAU.

O 15º lançamento de um foguetão Vega, destinado a colocar em órbita o Falcon Eye I, um satélite de observação militar feito pela Airbus para os Emiratos Árabes Unidos, falhou dois minutos após a descolagem da base de Kourou explorada pela Arianespace na Guiana francesa.

A Munich Re já admitiu estar entre as resseguradoras desta operação que, segundo a Reuters, terá uma apólice para prevenir estes casos no valor de 369 milões de euros, cobrindo o foguetão e próprio satélite transportado.

O satélite, com 1197 kg, devia ter sido colocado numa órbita de 611 metros, 57 minutos após o lançamento. Um lançamento deste tipo de foguetão, cujo principal fabricante é a Agência Espacial Italiana e realizado pela Arianespace, custa cerca de 32 milhões de euros em serviços, adicionado do foguetão em si que está estimado em 25 milhões.

As causas estão a ser investigadas mas a falha terá sido causada no momento de uma segunda ignição de propulsor. A Arianespace tem planeado quinze novos lançamentos até 2024, com este propulsor ou uma evolução Vega C a partir de 2020.

1
1