www.publico.ptpublico.pt - 14 jul 08:10

Don Eyles, o engenheiro de 26 anos que conduziu a chegada à Lua — a 384 mil quilómetros de distância

Don Eyles, o engenheiro de 26 anos que conduziu a chegada à Lua — a 384 mil quilómetros de distância

Tinha acabado o curso de Matemática e estava desesperado à procura de emprego quando surgiu um anúncio de uma vaga num departamento no MIT. Em três anos, Eyles estava a trabalhar no código que colocaria a Apollo 11 — e toda a humanidade — a tocar na

A 20 de Julho de 1969, o caminho até à Lua foi traçado não só em órbita, mas também em Terra, numa sala de cem metros quadrados, nos EUA. Foi no Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), que a equipa de engenheiros responsável pela programação do software de aterragem da Apollo 11 na superfície lunar assistia ao progresso da viagem, controlando a altitude da nave e a sua trajectória, o Apollo Guidance Computer (o Computador do Módulo Lunar). Entre eles, estava Don Eyles, um jovem de 26 anos, recém-licenciado em Matemática, que integrou em 1966 o programa Apollo e a quem tinha sido atribuída a responsabilidade de co-criar o código para a aterragem do módulo lunar. Se pudesse, Eyles teria abortado a missão quando tudo parecia em risco e os ecrãs de controlo se apagaram, confessa ao PÚBLICO, hoje, aos 76 anos. O seu sistema sequencial ainda é utilizado na Estação Espacial Internacional. De olhos postos no futuro, o engenheiro norte-americano lamenta a falta de visão dos actuais líderes políticos na exploração espacial.

1
1