Conheço a Fátima [Bonifácio] há quase cinquenta anos. Nunca dei por que ela fosse xenófoba ou racista. Defeito meu, com certeza.