expresso.ptexpresso.pt - 13 jul 19:55

Bolas de granizo sobre Bragança fazem lançar aviso laranja

Bolas de granizo sobre Bragança fazem lançar aviso laranja

O Instituto Português do Mar e Atmosfera (IPMA) emitiu um aviso laranja para Bragança, devido à precipitação e possibilidade de ocorrência de trovoadas. Na tarde deste sábado caíram em Mogadouro bolas de granizo do tamanho de bolas de pingue pongue. No domingo o tempo melhora

Apesar de a instabilidade climática ser considerada "normal" pelos meteorologistas, o Instituto Português do Mar e Atmosfera (IPMA) emitiu um aviso laranja para Bragança, até às 20h, devido à forte precipitação e possibilidade de continuação de trovoadas.

Chuvas fortes, com queda de granizo e de saraiva (acima de cinco milímetros de diâmetro) abateram-se sobre o distrito transmontano esta tarde, provocando danos avultados, principalmente na agricultura em vários pontos do concelho de Mogadouro, sobretudo ao nível das vinhas, olivais e soutos.

Na freguesia de Tó, no norte do concelho, o granizo que caiu durante cerca de uma hora é descrito como semelhante a bolas de pingue pongue, visíveis em vários pontos da vila, onde decorre o festival Terra Transmontana. "Tenho conhecimento de que há prejuízos muito avultados provocados pelo granizo, não só na vila de Mogadouro, mas em grande parte do concelho. Ainda não é possível contabilizar os estragos já que a informação, só agora, começa a chegar", disse à Lusa o presidente da Câmara de Mogadouro, Francisco Guimarães.

Segundo o IPMA, o fenómeno climatérico não era totalmente inesperado, e tem na sua origem uma depressão que se encontra sobre Portugal Continental.
"Não é uma situação que esteja desenquadrada desta época, embora não se possa dizer que aconteça muitas vezes. É normal na Primavera e início de Verão", adiantou à Lusa o meteorologista Bruno Café.

Para domingo "também há instabilidade prevista, mas já não terá a intensidade do dia de hoje, pois a depressão que se encontra sobre Portugal Continental irá gradualmente deslocar-se para leste, mais para o interior da Península Ibérica" pelo que a possibilidade de ocorrência de aguaceiros é bastante inferior.

A influência do anticiclone que está situado na região dos Açores vai também sentir-se mais, provocando alguns períodos de nebulosidade durante a manhã que podem persistir na costa ocidental, sobretudo na faixa litoral da região centro, acompanhada de uma intensificação do vento, com a nortada a fazer-se sentir principalmente durante a tarde, prevê Bruno Café.

1
1