visao.sapo.ptMiguel Portela - 11 jul 09:40

Rugby: a forma espetacular como Portugal entrou neste WC U20 ano 2019

Rugby: a forma espetacular como Portugal entrou neste WC U20 ano 2019

A terceira geração de sub20 que, consecutivamente, se sagrou campeã europeia, fez um jogo de muito bom nível. Uma exibição de encher os olhos, não só pela qualidade do jogo implantado mas, também, pela qualidade humana dos seus jogadores…

Impressionante a forma madura e sólida como todos os elementos da equipa estão dentro de campo… A confiança no ataque, a solidez na defesa e, também, a forma eficaz como reagem aos erros que, naturalmente e num jogo destes, por vezes cometem.

Foi também, e do ponto de vista de estratégia de preparação desta Campanha, um jogo que roça a perfeição. Uma exibição que deixou confiança em cada um dos seus jogadores, permitiu dar minutos de jogo a muitos jogadores, deu hipótese de descansar jogadores importantes da equipa.

Luís Pissarra e Mirra quase de certeza absoluta que não podiam ter desejado melhor começo.

Até tivemos minutos de alguma pressão e stress que permitiram à equipa sentir e perceber como reagir a esses momentos. E fê-lo sempre com qualidade! Exemplo claro disso ocorreu na fase final do encontro onde, após algumas mudanças na equipa e de esta ter perdido alguma concentração, a nossa seleção foi capaz de ir buscar novamente o ritmo e culminar o jogo com dois belíssimos ensaios!

Inevitavelmente, esta seleção criou na nossa alma e coração enormes expetativas relativamente à campanha neste Mundial.

Mas como não gosto de traçar metas que não estão totalmente dependentes da nossa competência e atuação, limito-me a acreditar que, se mantivermos esta qualidade, podemos conseguir algo de extraordinário para o nosso rugby.

Por cá, vamos todos (e cada vez mais pois, tenho a certeza, depois do jogo contra Hong Kong os miúdos atraíram os mais distraídos para este Mundial) estar a apoiar e a torcer…

O próximo desafio é contra o Canadá… jogo muito difícil mas possível de vencer! Que Deus e nossa Senhora estejam com estes miúdos….

Apenas uma nota final virada para o futuro: com uma terceira geração sub20 a fornecer, consecutivamente, jogadores com esta qualidade ao nosso rugby; com a chegada de um treinador francês de enorme renome (Lagisquet poderá ser uma mais valia na motivação e captação dos nossos luso-franceses para jogarem na seleção); com uma comunidade emigrante cheia de vontade de apoiar os Lobos; com os astros a alinharem-se; se, de uma vez por todas, os principais agentes do nosso rugby conseguirem esquecer guerras passadas e unirem-se em torno deste grupo (já alargado) de jogadores, 2023 é uma realidade possível!!

Eu andei no grupo que chegou a 2007…. Foi um grupo fantástico e com qualidades muito acima da média. Tenho poucas dúvidas que, tudo conjugado e alinhado, este grupo não seja capaz de superar as conquistas do Grupo de 2007! Assim todos rememos para o mesmo lado…..

1
1