www.publico.ptpublico.pt - 11 jul 17:55

Pai e filho detidos por violência doméstica na Guarda

Pai e filho detidos por violência doméstica na Guarda

Os dois homens, de 64 e 23 anos, ficam proibidos de contactar com a vítima e de se aproximar da residência. Outro homem, em Vila Real, foi detido em flagrante delito.

Dois homens foram detidos, esta quarta-feira, no concelho da Guarda por violência doméstica. De acordo com o comunicado da Guarda Nacional Republicana (GNR), tinham 64 e 23 anos e “exerciam violência física e psicológica” sobre a esposa e mãe, de 58 anos.

Os suspeitos, que tinham antecedentes criminais pelo mesmo crime, pernoitaram nas instalações do Estabelecimento Prisional da Guarda e foram, esta quinta-feira, presentes no Tribunal Judicial da Guarda para interrogatório e aplicação de medidas de coação.

Contactado pelo PÚBLICO, João Marques, oficial de comunicação e relações públicas do Comando Territorial da Guarda, anunciou que ambos os detidos ficaram proibidos de contactar com a vítima e de se aproximarem da residência, ficando controlados por pulseira electrónica.

Segundo o oficial de comunicação da GNR, a violência doméstica era uma “prática recorrente dos dois detidos”. O processo foi aberto em 2016, tendo havido diversos “agentes de denúncia” e a vítima confirmou o crime de violência doméstica.

A detenção foi feita através de mandados de busca e de detenção, não tendo havido flagrante delito. João Marques revelou que este junta-se a outros casos de violência doméstica que têm tido “alguma frequência no distrito da Guarda” e que têm exigido “alguma cautela das autoridades”.

Homem detido em flagrante em Vila Real por violência doméstica

Também esta quarta-feira, um homem de 47 anos foi detido pela GNR em Vila Real por violência doméstica. Desta vez, a detenção foi feita em flagrante delito, após uma denúncia.

Segundo a GNR, no local estavam a esposa do detido, de 44 anos, e um cunhado, de 54, “apresentando ferimentos efectuados por uma faca.

O suspeito terá fugido do local antes da chegada das autoridades, mas foi detido minutos mais tarde na posse de duas facas de cozinha. As agressões foram presenciadas pela filha menos de idade.

Também este suspeito tinha antecedentes criminais de violência doméstica e foi presente no Tribunal Judicial de Vila Real para aplicação de medidas de coação.

Texto editado por Pedro Esteves.

1
1