www.publico.ptpublico.pt - 14 jun 14:51

Chuva está de regresso nos próximos dias

Chuva está de regresso nos próximos dias

Porto, Braga e Viana do Castelo têm previsão de aguaceiros já este fim-de-semana. Em Lisboa a chuva só deverá cair terça e quarta-feira.

A chuva vai voltar a cair, de acordo com a previsão do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA). Porto, Braga e Viana do Castelo têm previsão de aguaceiros já este fim-de-semana. Em Lisboa as temperaturas vão subir ligeiramente até aos 24ºC, mas a chuva só chega terça e quarta-feira da próxima semana. 

No centro do país o fim-de-semana será de sol, e no interior é onde se vai ver o Verão: Castelo Branco e Évora vão chegar aos 29ºC.

Esta sexta-feira, o Porto vai registar períodos de céu muito nublado com chuva e vento fraco. No sábado a previsão atmosférica prevê que o céu abra e o sol espreite, mas a chuva mantém-se, até domingo, dia em que a chuva dá tréguas aos portuenses e a temperatura máxima vai subir ligeiramente até aos 20ºC. Mas é sol de pouca dura, visto que na terça e na quarta-feira voltará a chover no Porto.

Já Lisboa vai se manter com céu pouco nublado ou limpo ao longo do fim-de-semana, sem qualquer previsão de chuva. Na capital do país, o vento vai se apresentar fraco, mas pode chegar aos 30 quilómetros por hora. A temperatura máxima até vai subir e manter-se nos 24 graus, mesmo na terça e quarta-feira quando o IPMA prevê o regresso da chuva.

Em Coimbra a chuva não vai aparecer durante o fim-de-semana, mas tal como em Lisboa, regressa na terça-feira. Ainda assim, a temperatura máxima da cidade do centro de Portugal vai aumentar gradualmente, até chegar aos 25 graus, a meio da semana.

O Algarve é dos poucos pontos do país que vai escapar à chuva. A praia pode vir a ser um cenário possível nesta região, já que as temperaturas vão atingir os 28 graus no fim-de-semana e, apesar da queda de temperaturas prevista para segunda e terça-feira (24 graus), a semana vai terminar com máximas a atingir os 30ºC, o que pode ser apetecível para quem quiser aproveitar para estender o fim-de-semana, logo a partir do feriado da próxima quinta-feira.

A temperatura da água do mar vai andar entre os 15ºC e os 16ºC na costa ocidental, com ondas a atingir os 1,5 metros e na costa sul o mar vai estar um pouco mais quente (18ºC) e as ondas não devem ultrapassar um metro.

No arquipélago dos Açores, a temperatura vai variar entre os 20ºC e os 23ºC, durante o fim-de-semana e a chuva vai acompanhar quase todas as ilhas açorianas a partir de sábado. A chuva começa por ser fraca, mas vai evoluindo para chuva forte ao longo do fim-de-semana, estando prevista trovoada para Domingo. Também no Domingo está previsto vento forte que pode atingir os 80 quilómetros por hora​. As ondas do mar podem chegar aos três metros e a temperatura da água deve fixar-se nos 20ºC.

Na Madeira está previsto céu nublado para os próximos dias. A chuva poderá aparecer, principalmente nas terras altas, mas sempre de forma fraca e em períodos curtos. As temperaturas máximas vão variar entre os 22ºC e os 23ºC e o vento prevê-se fraco. O mar adivinha-se calmo, com ondas a poderem chegar aos 1,5 metros e a na ordem dos 22ºC.

Níveis muito elevados de pólenes a norte nos próximos dias

Os pólenes vão estar nos próximos dias em níveis muito elevados na zona norte do país, diminuindo a intensidade no centro e sul, segundo a Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica (SPAIC).

Num boletim com a previsão para o período de 14 a 20 de Junho, a SPAIC diz que os pólenes vão estar em níveis muito elevados nas regiões de Vila Real de Trás-os-Montes e do Porto.

Nas regiões de Coimbra, Castelo Branco, Lisboa e Évora os níveis serão elevados, passando a moderados na região do Algarve. Na Madeira e nos Açores os níveis serão baixos.

Na atmosfera predominam os pólenes da oliveira, carvalho e castanheiro na região de Vila Real, do carvalho e castanheiro na zona do Douro, e do castanheiro no resto do país.

As ervas gramínea e parietária também contribuem para os níveis de pólenes em todo o país. Nas regiões autónomas também há pólenes da erva tanchagem.

Os pólenes podem provocar reacções alérgicas. A alergia ao pólen causa reacções do aparelho respiratório (asma e rinite alérgica), dos olhos (conjuntivite alérgica) ou da pele (urticária e eczema).

1
1