eco.sapo.pteco.sapo.pt - 14 jun 19:07

Desigual altera imagem para atrair novos clientes

Desigual altera imagem para atrair novos clientes

A Desigual está a redesenhar a marca para atrair novos clientes e reduzir a idade média do seu público-alvo. 50 das lojas vão ser atualizadas com a nova imagem até ao final deste ano.

De forma a atrair mais clientes, a marca Desigual apostou numa estratégia de redefinição da marca. Agora a Desigual deve ser lida ao contrário, de acordo com o jornal El País (acesso livre/ conteúdo em espanhol).

Esta estratégia de redesenhar a marca é uma manobra para pôr fim ao declínio contínuo das vendas, que entre 2015 e 2017, chegou aos 27%, acompanhada por uma redução no número de lojas e o corte nos postos de trabalho. Os dados de 2018 ainda não foram divulgados.

50, das 500 lojas que o grupo detém, serão atualizadas até ao final deste ano com a nova imagem de marketing. Agora, a empresa acredita que seu novo logótipo “se conecta com os nossos valores originais” — que é ser 100% Desigual.

A fachada da sede central da Desigual em Barcelona já está atualizada com o novo logótipo. Quique García (EFE)

Apesar da marca Desigual ter dado uma volta de 180º graus à sua imagem, os preços não vão mudar. O que a marca pretende que realmente mude é a idade média dos clientes, que atualmente se situa entre os 46 a 49 anos. O responsável de marketing da empresa, Guillem Gallego, admite que um dos principais objetivos da cadeia espanhola é “diminuir a idade média dos clientes num período de cinco anos”, refere.

"Estamos a construir uma nova Desigual.”

disse Guillem Gallego

Responsável de Marketing da Desigual

Segundo Gallego, “a Desigual cresceu com a sua geração e desconectou-se com os jovens” e se nada for feito “a Desigual desaparecerá com as gerações futuras”, alerta, admitindo a necessidade de ir ao encontro de outros públicos.

Embora em 2017, a Desigual tenha faturado 761 milhões de euros, ganhado 47 milhões e de ter lojas em todo o mundo, a empresa admite ter de sair de sua “zona de conforto“, que nos últimos anos deixou de ser tão confortável, tendo em conta a queda nas vendas.

1
1