pplware.sapo.ptpplware.sapo.pt - 17 mai 21:00

Dicas: Saiba quando mudar a bateria do seu telemóvel

Dicas: Saiba quando mudar a bateria do seu telemóvel

Como em tudo na vida, existe um início, meio e fim no que diz respeito à bateria do seu smartphone. A par de outros componentes, este é um dos mais importantes em qualquer smartphone, pois é o que nos garante ter o nosso dispositivo "vivo" e funcional.

Como em tudo na vida, existe um início, meio e fim no que diz respeito a baterias. A par de outros componentes, este é um dos mais importantes em qualquer smartphone, pois é o que nos garante ter o nosso dispositivo “vivo” e funcional.

Hoje vamos identificar os principais fatores para mudar a bateria do seu smartphone e dicas para prolongar o máximo possível o seu tempo de vida.

Para percebermos quando devemos mudar de bateria, convidamos a Lmobile, tendo em conta a experiência nesta área, para nos ajudar na elaboração deste conteúdo.

Análise Física

Existe um indicador físico que é de fácil identificação. Se a bateria começa a ficar inchada é importantíssimo que se proceda à sua substituição. Durante o uso quotidiano e regular, se o smartphone parece estar mais quente do que o normal, especialmente na zona onde a bateria está localizada, pode também estar com algum problema.

Por outro lado, se estiver a jogar ou a utilizar aplicações que consomem um grande nível de recursos do smartphone é normal o aquecimento do dispositivo.

Análise Digital

Quando acaba de carregar a bateria e mantém o seu smartphone em repouso, e mesmo assim o indicador desta começa a descer para menos de 95% de rendimento em menos de 1 hora é  sinal de que a bateria está no fim (Game Over).

Por outro lado, se o smartphone desligar tendo um nível de 30% ,20% ou mesmo 10% de bateria, isto também são indicadores negativos. Para ajudar no dia a dia, existem aplicações que ajudam a analisar o estado da bateria, nomeadamente o Battery Doctor, o Power Battery ou o AccuBattery.

Dicas para conservar a bateria do seu smartphone Não deixe a bateria do smartphone atingir os 0%(zero)

Ao contrário do que muitos dizem, no dia a dia não é recomendado deixar os smartphones sem bateria. Atualmente, a maioria dos telemóveis conta com baterias de iões de lítio, e quando esses dispositivos chegam a 0% (zero), podem tornar-se perigosos. Para reduzir os riscos de explosões, a orientação é de que a bateria do smartphone seja mantida sempre com, no mínimo, 40% de disponibilidade. Apesar disso, é interessante deixar o smartphone descarregar totalmente uma vez por mês.

Não deixe a bateria do smartphone atingir os 100%

Pode parecer estranho, mas carregar baterias de iões de lítio até 100% pode atrapalhar o desempenho. Pensando nisso, aquela prática de deixar o smartphone na tomada durante toda a noite pode ser bastante prejudicial. Para otimizar a funcionalidade da bateria, o ideal é colocar o telemóvel para carregar quando atingir os 40% e retirá-lo da tomada com 80%.

Cuidado com as altas temperaturas

Um dos principais erros dos consumidores é a exposição dos smartphones ao calor. Para ter uma ideia de como a temperatura pode ser prejudicial aos dispositivos moveis, uma bateria de iões de lítio num local a 25ºC pode perder 20% da sua capacidade ao ano.

Prefira utilizar carregadores originais

Seguindo as recomendações dos fabricantes, o mais indicado é sempre utilizar carregadores originais. Isso acontece porque os carregadores vêm com padrão de voltagem e amperagem compatíveis com o aparelho. Assim, caso opte por usar um carregador não original, procure um com valores aproximados ao do fabricante para não prejudicar a bateria do smartphone.

Evite utilizar carregadores sem fio

Apesar de práticos, os sistemas de carregamento sem fio podem causar sobreaquecimento por excesso de carga. Enquanto o carregador de smartphone tradicional funciona “cortando” a energia, quando a capacidade está completa, a maioria dos carregadores por indução dispersam calor.

Evite utilizar carregadores veiculares

Como a entrada dos carregadores veiculares fica próxima ao motor dos carros, corre-se o risco de sobreaquecimento. Justamente pelo facto de as altas temperaturas serem extremamente maléficas para o funcionamento da bateria do smartphone, a prática não é recomendada – exceto em casos de emergência.

Evite usar o smartphone durante o carregamento

Já se sabe que o calor é o pior inimigo das baterias de smartphones, e o sobreaquecimento é exatamente o que acontece quando se usa o aparelho durante a recarga. Além disso, o carregamento demorará mais com o consumo de energia de aplicativos e de conexão com a rede.

Agradecimento à Lmobile pela escrita deste artigo. A Lmobile é a marca Portuguesa líder no mercado dos acessórios para telemóvel.

Leia também…

Dicas para proteger o seu smartphone! Conheça os tipos de capas e películas

1
1