pplware.sapo.ptpplware.sapo.pt - 17 mai 14:00

Microsoft e Sony firmam parceria para moldar o futuro dos jogos

Microsoft e Sony firmam parceria para moldar o futuro dos jogos

O futuro dos jogos passará pela cloud e pelo streaming dos mesmos. Algo que não passou despercebido à Sony ou à Microsoft que firmam agora parceria.

A Microsoft e a Sony de mãos dadas. Ainda que possa ser uma parceria improvável, é exatamente o que acaba de acontecer. Kenichiro Yoshida e Satya Nadella acabam de firmar uma colaboração entre as respetivas empresas que poderá moldar o futuro dos jogos, passando pela cloud e pelo streaming.

Por outras palavras, as gigantes uniram-se para desenvolver o entretenimento baseado na cloud.

Uma surpresa no mundo dos jogos, com as empresas rivais agora unidas por uma causa comum. Com efeito, a sua colaboração surgiu com o intuito de desenvolver soluções na nuvem a partir do Azure da Microsoft e que permitam o streaming de jogos bem como o streaming dos mais variados formatos de entretenimento.

Sony e Microsoft, unidas pelo futuro dos jogos

Assim, com o Azure da Microsoft como base, a Sony utilizará também os data centers da Microsoft para as suas plataformas de jogos e de streaming de conteúdos. Ao mesmo tempo, o acordo abre também a possibilidade da criação de uma plataforma cross-play em que tudo passará pela cloud, transversal às plataformas.

A indústria e mercado dos jogos é um setor de crescente importância. A propósito, a recente parceria entre empresas rivais é prova irrefutável disso mesmo. Ambas as tecnológicas foram apanhadas algo de surpresa com o Stadia da Google e agora terão posto as suas dissidências para trás, unindo-se não só para esta foto.

Bringing the power of Azure and Azure AI to Sony to deliver new gaming and entertainment experiences for customers https://t.co/cMRKFE74Yk

— Satya Nadella (@satyanadella) May 16, 2019

De igual modo, esta parceria permitirá à Sony aceder a várias tecnologias da Microsoft. Desse modo, a gigante japonesa poderá (finalmente) pôr fim a algumas das queixas dos utilizadores como as velocidades de download que deixam algo a desejar na PS4, por exemplo. Já, por outro lado, isto não parece afetar tanto a Xbox.

O streaming de jogos e a cloud

A utilização dos centros de dados da Azure, bem como a transição para as soluções de cloud da Microsoft permitirá à Sony concentrar-se nos pontos essenciais do seu ecossistema de jogos. Já os detalhes técnicos ficarão assim entregues à Microsoft. A partir daqui, cada qual prosseguirá o seu habitual modelo de negócios.

Ao mesmo tempo, a Sony poderá também lançar mão das soluções de inteligência artificial da Microsoft. Os algoritmos de machine learning que poderão ser aplicados aos serviços da gigante japonesa. Já para o utilizador final, isto resultará em serviços mais expeditos, com base nas suas preferências.

#ICYMI: Microsoft SQL engine is coming to the Edge with features primed for time-series data and low-latency analytics. Get to know #AzureSQL Database Edge: https://t.co/64EaEksTvv pic.twitter.com/ahefrYqlVk

— Microsoft Azure (@Azure) May 17, 2019

Portanto, o que é que a Microsoft ganha com tudo isto? Em primeiro lugar acaba de ganhar um importante cliente para o seu já proveitoso negócio das soluções de cloud. Além disso, ganha acesso aos sensores de imagem da Sony, por sua vez um dos setores mais rentáveis da gigante japonesa.

Azure, sensores, jogos e o Stadia?

É a partir dos sensores de imagem da Sony que a Microsoft quer criar “novas soluções para sensores de imagem inteligentes”, de acordo com a própria. Aqui, apesar de não sabermos os detalhes exatos das intenções da Microsoft, não é difícil adivinhar as aplicações, sobretudo para os jogos.

A gigante norte-americana deverá apostar num novo sistema melhorado do atual KinectAlgo que pode ser aplicado futuramente às novas plataformas de jogos, ou às próximas iterações da Xbox. Note-se que para já é apenas um palpite educado. Enquanto isso, também a Sony está a ultimar a sua PS5.

The future of gaming is not a box. It's a place.

This is Stadia. One place for all the ways we play → https://t.co/v2jJTUWkYz pic.twitter.com/LlIHbjigDR

— Stadia (@GoogleStadia) March 19, 2019

Por fim, não podemos deixar de notar que esta parceria adquire um forte simbolismo. Vemos fortes tónicas no futuro dos jogos e plataformas de entretenimento. Tudo isto a passar pela cloud, pelo streaming de conteúdos.

Ora, mas que outra empresa apresentou um serviço assente nesses mesmos pilares?

1
1