mag.sapo.ptmag.sapo.pt - 17 mai 23:57

Dos finalistas à atuação de Madonna: hoje é dia de final do Festival Eurovisão da Canção

Dos finalistas à atuação de Madonna: hoje é dia de final do Festival Eurovisão da Canção

Quem irá levar para casa o troféu da edição de 2019 do Festival Eurovisão da Canção? As apostas são muitas, mas o vencedor só será conhecido no fim da noite deste sábado, dia 18 de maio. A final, em direto de Telavive, arranca às 20h00.

Depois de Lisboa, Telavive é a cidade que anfitriã do Festival Eurovisão da Canção. Este ano, o concurso foi disputado por 41 países - na primeira semifinal atuaram 17 países e na segunda 18 países. Em cada semifinal foram escolhidos dez finalistas.

Grécia, Bieolorrúsia, Sérvia, Chipre, Estónia, República Checa, Austrália, Islândia, São Marino e Eslovénia foram os primeiros a garantir um lugar na final. Conan Osíris, com o tema "Telemóveis", não conseguiu conquistar a Europa, falhando o apuramento para a final do concurso.

Já Macedónia do Norte,, Holanda, Albânia, Suécia, Rússia, Azerbaijão, Dinamarca, Noruega, Suíça e Malta garantiram uma viagem até à final esta quinta-feira, dia 18 de maio.

Conheça todos os finalistas:

Além dos 20 países escolhidos nas duas semifinais, a final do Festival Eurovisão da Canção vai contar ainda com a participação dos  ‘Cinco Grandes’ (França, Alemanha, Itália, Espanha e Reino Unido) e do país anfitrião (Israel).

Continuar a ler

Este ano assinala-se a 64.ª edição do concurso, no qual Portugal participou a primeira vez em 1964, tendo entretanto falhado cinco edições (em 1970, 2000, 2002, 2013 e 2016) - entre 2004 e 2007, inclusive, e em 2011, 2012, 2014 e 2015, Portugal falhou a passagem à final.

Depois de Filomena Cautela, Daniela Rua, Sílvia Alberto e de Catarina Furtado, a final será apresentada por Bar Refaeli, Assi Azar, Erez Tal e Lucy Ayoub.

Telavive acolhe pela primeira vez o evento e, segundo a organização, a cidade foi escolhida num processo no qual eram também candidatas as cidades de Jerusalém e Eilat. Israel acolheu, em Jerusalém, o Festival Eurovisão da Canção em 1979 e em 1999, por ter vencido nos anos anteriores - em 1980, embora tenha vencido em 1979, o país declinou a oportunidade de organizar o concurso pela segunda vez consecutiva, acabando por passar para a Holanda.

A ordem das atuações

"Chameleon" será a primeira canção a ser ouvida na final do Festival Eurovisão da Canção - Michela, a representante de "Malta" vai abrir o desfile de atuações. Jonida Maliqi, com o tema “Ktheju tokës”, será a segunda a atuar - o segundo lugar de atuação é considerado 'amaldiçoado' por nunca ter dado uma vitória.

A República Chega atua em terceiro lugar, seguido-se as atuações da Alemanha, Rússia, Dinamarca, São Marino, Norte da Macedónia, Suécia, Eslovénia, Chipre, Holanda e Grécia. A segunda ronda de atuações abre com Israel, Noruega, Reino Unido e Irlanda.

Estónia, Bieolorrúsia, Azerbaijão, França, Itália, Sérbia, Suíça, Austrália e Espanha fecham a apresentação das canções.

EUROVISAO créditos: Eurovisionario Os favoritos

O holandês Duncan Laurence, com o tema  "Arcade", é o grande favorito para vencer a edição de 2019 do Festival Eurovisão da Canção. O músico que representa a Holanda no festival lidera as preferências nas casas de apostas online desde o início de março.

Em segundo lugar está Kate Miller-Heidke, da Austrália, com "Zero Gravity". A atuação da artista tem sido elogiada pelos fãs do Festival Eurovisão da Canção e poderá garantir a primeira vitória da Austrália (país convidado).

O top 3 fecha com John Lundvik (Suécia), que este ano se apresenta com o tema "Too Late for Love". A Suíça (Luca Hänni - "She Got Me") ocupa o quarto lugar, seguida pela Itália (Mahmood - "Soldi").

Já a Rússia, que este ano escolheu o repetente Sergey Lazarev com o tema "Scream", ocupa o sétimo lugar nas casas de apostas online, tendo estado entre a primeira e segunda posição do ranking até ao início do mês. O sexto lugar no site Eurovision World pertence a Chingiz, do Azerbaijão.

Para lá do concurso, a festa da final (e de Madonna)

Além das atuações, a final do Festival Eurovisão da Canção vai contar com atuações de artistas convidados. Madonna será a grande estrela da noite e promete roubar algum protagonismo a tudo o que acontecer na fase final do concurso.

As negociações para a atuação da artista não foram simples e, segundo os rumores, a 'rainha da pop' terá cobrado mais de um milhão de dólares para marcar presença no festival.

Na segunda semifinal, os apresentadores confirmaram que Madonna vai apresentar o novo single no palco da arena - "Future" foi lançado esta sexta-feira, dia 17 de maio, e conta com a participação de Quavo, um dos integrantes do grupo Migos. A artista, que edita o seu novo disco a 14 de junho, vai ainda cantar "Like a Prayer".

No início da semana, cantora norte-americana Madonna rejeitou os apelos para boicotar o Festival Eurovisão da Canção, onde irá atuar no sábado, na final, em Telavive, afirmando que “nunca deixará de tocar música para servir a agenda política de alguém”.

A afirmação da cantora, atualmente a residir em Lisboa, foi feita através de um comunicado citado pela agência Associated Press. Madonna afirmou que o seu coração “parte-se” de cada vez que ouve falar “nas vidas inocentes que se perdem nesta região” e “na violência que é tantas vezes perpetuada para servir os objetivos políticos de pessoas que beneficiam deste conflito antigo [entre israelitas e palestinianos]”.

Para além de Madonna, a atriz Gal Gadot, conhecia por vestir a pele de Mulher-Maravilha no grande ecrã, também vai marcar presença na final do concurso. Inicialmente o canal KAN convidou a atriz para ser uma das anfitriãs das semifinais e da final.

Gal Gadot é uma atriz e modelo israelita, que, além de "Mulher-Maravilha", se tornou conhecida no cinema pelo papel de Gisele Harabo em "Velozes & Furiosos" (2009), o quarto título da saga "Velocidade Furiosa", regressando nos dois títulos seguintes. Gadot teve também pequenos papéis em "Uma Noite Atribulada" e "Dia e Noite", ambos de 2010.

Netta, vencedora da edição de 2018 do festival, Nadav Guedj, artista que representou Israel em 2015, Dana International, que venceu o concurso em 1998 e Ilanit (representante de Israel em 1973 e 1977) vão ter a missão de abrir a cerimónia.

Conchita Wurst, Mans Zelmerlöw, Eleni Foureira, Verka Serduchka e Gali Atari também vão subir ao palco na grande final do Festival Eurovisão da Canção.

Newsletter Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email. Notificações Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag. Na sua rede favorita Siga-nos na sua rede favorita.
1
1