expresso.ptexpresso.pt - 14 mai 08:44

Mobilidade. E as trotinetas elétricas chegam a Gondomar

Mobilidade. E as trotinetas elétricas chegam a Gondomar

A partir de hoje, é possível viajar nas trotinetas elétricas da Flash em Gondomar. O presidente da Câmara faz o teste inaugural

Depois da Maia, Gondomar é o segundo concelho da Área Metropolitana do Porto a disponibilizar trotinetas elétricas.

A partir de hoje, terça-feira, a capital da filigrana adere à moda da trotineta, depois da autarquia ter autorizado a operação da Flash. a startup de micromobilidade de origem alemã. A estreia será assinalada de tarde com uma curta viagem inaugural do presidente da Câmara, Marco Martins, até à estação de metro de Fânzeres.

Faro, Lisboa, Coimbra, Almada, Maia e Cascais já constam do mapa da Flash. Com Gondomar, reforça "o estatuto de operadora que em mais cidades circula em Portugal”, assinala a empresa.

No caso de Gondomar, a operação conta com 27 estações de partilha, definidas de acordo com a sugestão da autarquia e autoridades policiais. A lógica da rede é que as trotinetas sirvam de complemento aos transportes públicos do concelho.

A Flash incentiva o correto estacionamento, oferecendo um desconto de 50% no valor de desbloqueio da viagem (1€). A utilização custa 15 cêntimos por minuto. Na cidade da Maia, são 30 os pontos de estacionamento.

O modelo disponível é a versão criada pela própria empresa e que permite "uma experiência de condução mais segura e completa, com suspensões reforçadas, travões duplos e rodas maiores”. Incorpora um suporte para o copo e carregador USB para o telemóvel.

A Flash “conta com equipas próprias para assegurar diariamente o carregamento das baterias, a verificação da segurança e a colocação das trotinetas nas zonas de estacionamento estabelecidas”.

Para aceder a uma trotineta, o utilizador precisa de fazer download da app da Flash que apresenta o mapa e os veículos disponíveis e utilizar depois o código para para desbloquear a máquina.

Fundada em 2018, a Flash contou recentemente com um financiamento de 55 milhões de euros para expandir o seu mercado. Além da Flash, operam em Portugal mais sete empresas: Lime, Voi, Hive, Tier, Bungo, Bird e Frog.

6
1