www.jornaldenegocios.ptjornaldenegocios.pt - 14 mai 10:28

Frota de renting cresce 17% num ano

Frota de renting cresce 17% num ano

A frota ativa gerida pelas empresas de renting totalizava mais de 113 mil viaturas no final do primeiro trimestre, um crescimento homólogo de 17,1%. No entanto, o trimestre assistiu a uma ligeira quebra na venda de viaturas novas.

No final do primeiro trimestre, as empresas de renting em Portugal geriam uma frota ativa de 113.469 veículos com um valor contabilístico superior a 1,9 mil milhões de euros, revelou esta terça-feira o presidente da Associação Portuguesa de Leasing, Factoring e Renting (ALF).

Este valor representa um crescimento de 17,1% em termos homólogos. No entanto, a venda de viaturas novas diminuiu no primeiro trimestre.

Alexandre Santos indicou as estimativas da associação na abertura do Fórum da ALF, em Lisboa.

Nos primeiros três meses do ano o valor de produção do renting ascendeu a 146 milhões de euros, dos quais 124 milhões relativos a veículos de passageiros e 22 milhões a viaturas comerciais.

A quebra na venda de novos veículos é influenciada pela adoção do protocolo WLTP para a medição das emissões poluentes e que penalizaram fiscalmente muitos modelos automóveis.

No leasing, a locação financeira mobiliária superou os 498 milhões de euros. O leasing automóvel contribuiu com cerca de 324 milhões e o leasing de equipamentos com 174 milhões de euros.

A locação financeira imobiliária cresceu 4,1%, para um valor próximo de 200 milhões de euros.

No setor do factoring, as associadas da ALF tomaram 7,6 mil milhões de euros em faturas, tendo o factoring internacional representado 1,1 mil milhões, o doméstico valeu 3,4 mil milhões e o confirmg, em que o factor efetua o pagamento aos fornecedores dos seus clientes, cresceu 18,9%, para cerca de três mil milhões de euros.

2
1