Domingos Simões Pereira, líder do partido mais votado nas eleições guineenses, acusa José Mário Vaz de “fabricar crises políticas” para seu proveito. Passados 60 dias das eleições ainda não nomeou Governo.