sol.sapo.ptJosé António Saraiva - 12 mai 12:31

Mea culpa

Mea culpa

A ala mais esquerdista do PS, liderada por Pedro Nuno Santos, quererá uma reedição da ‘geringonça’. Mas julgo que Mário Centeno, pelas razões expostas, preferiria uma aliança com o PSD.

Há uns meses escrevi que Mário Centeno acabaria por ceder no braço-de-ferro com os professores.

Cumpre-me hoje reconhecer que errei.

Mea culpa!

Não cedeu e fez muito bem.

Marcou pontos.

Quanto à direita, deu um enorme tiro no pé.

Aliás, cada vez mais António Costa vai ser colocado perante a opção de virar à esquerda ou à direita.

A economia tem vindo sempre a abrandar nos últimos meses, há que tomar medidas para a reanimar - sob o risco de voltarmos a crescimentos quase nulos -, e os partidos da extrema-esquerda não são os parceiros ideais para as mudanças que se impõem.

Quanto á hipótese de um Governo de direita, é hoje praticamente impossível.

Os partidos desta área têm feito tantas asneiras, que os eleitores cada vez menos confiarão neles.

3
1