eco.sapo.pteco.sapo.pt - 17 abr 10:28

Juventus afunda 15% após eliminação da Liga dos Campeões

Juventus afunda 15% após eliminação da Liga dos Campeões

Afastada da Liga dos Campeões, Juventus vê as ações afundarem mais de 15% na bolsa de Milão. Valor bolsista do clube de CR7 já recua 262 milhões de euros.

A Juventus foi esta terça-feira eliminada da Liga dos Campeões pelos holandeses do Ajax ao perder por duas bolas a uma. Este adeus à Champions está a custar ao clube uma queda de mais de 15% em bolsa, o equivalente a uma perda superior a 262 milhões de euros em valor de mercado. Por sua vez, o Ajax está a disparar para máximos históricos.

As ações da Juventus Football Club, na bolsa de Milão, estiveram a recuar mais de 24% para 1,275 euros, perdendo cerca de um quarto do valor de mercado. Agora seguem a afundar 15,17% para 1,432 euros, o valor mais baixo desde 12 de março. Esta descida representa uma perda de 262 milhões de euros em valor de mercado.

Para o clube de Turim, esta eliminação é uma reviravolta à contratação de Cristiano Ronaldo no ano passado, que foi encarada pelo mundo como uma hipótese ainda maior de vencer a Liga dos Campeões. Pela primeira vez em nove anos, o craque português não vai a estará na final da competição.

Com a vitória desta terça-feira e a passagem às meias finais da Liga dos Campeões, o clube holandês Ajax agora tem a possibilidade de aumentar as suas receitas anuais em mais de um terço, diz a Bloomberg (acesso condicionado, conteúdo em inglês).

Contrariamente à queda da Juventus, o Ajax está a disparar na bolsa de Amesterdão, com as ações a subirem 8,75% pata 18,65 euros, o equivalente a um ganho de 27,5 milhões de euros em valor de mercado. Contudo, esta segunda-feira, as ações já estiveram a cotar nos 19,1 euros, o valor mais alto desde 1998, ano em que o clube entrou em bolsa.

Chegar à meias-finais já deu ao Ajax um ganho de 12 milhões de euros, mas pode dar ainda mais 19 milhões se o clube for mais longe. No ano passado, de acordo com a Bloomberg, o Ajax registou receitas de 92 milhões de euros.

2
1