www.dinheirovivo.ptdinheirovivo.pt - 17 abr 14:00

Correios assumem constrangimentos devido à falta de combustíveis

Correios assumem constrangimentos devido à falta de combustíveis

Crise energética pode atrasar entrega de encomendas. CTT assumem dificuldades. Transportadoras, para já, a funcionar sem problemas.

Os CTT estão a registar alguns constrangimentos operacionais devido à crise dos combustíveis, indica fonte oficial ao Dinheiro Vivo. Em Portugal Continental, esses constrangimentos devem-se à limitação do uso de algumas viaturas. Na atividade internacional e Regiões Autónomas surgem fruto do cancelamento de voos e restrições de carga.

Os correios adiantam que tinham já tomado medidas para maximizar a autonomia da empresa, em relação a número de dias, nas várias unidades operacionais por todo o país. Os CTT adiantam ainda que estão a monitorizar a situação, procurando minimizar o impacto nos clientes e na qualidade do serviço.

Já as transportadoras indicam que os seus serviços se mantêm a funcionar com normalidade. “A Chronopost continua a assegurar os serviços de forma habitual, não tendo para já sentido os efeitos da greve dos transportes de matérias perigosas, uma vez que tem meios próprios de abastecimento”, indica Carla Pereira, Diretora de Marketing e Comunicação da empresa. “Estamos atentos aos desenvolvimentos dos próximos dias e caso seja necessário tomaremos medidas.”

No mesmo sentido, a MRW também adianta que não tem registos de impactos negativos e que as suas viaturas estão a trabalhar normalmente.

8
1