desporto.sapo.ptdesporto.sapo.pt - 17 abr 12:36

Estes resultados frente a ingleses dão alento ao FC Porto para seguir em frente na Champions

Estes resultados frente a ingleses dão alento ao FC Porto para seguir em frente na Champions

Na primeira-mão os 'dragões' perderam por 2-0 em Anfield Road.

O FC Porto poderá qualificar para as meias-finais da Liga dos Campeões em futebol se repetir, frente ao Liverpool no Dragão, três dos 19 resultados que conseguiu na receção a conjuntos ingleses, sendo que um quarto forçaria o prolongamento.

O 4-1 ao Wolverhampton, em 1974/75, o 4-0 ao Manchester United, em 1977/78, e o mais recente 5-0 ao Leicester, em 2016/17, qualificariam agora os 'dragões', que, na terça-feira, perderam por 2-0 em Anfield Road, culpa de Keita e Firmino.
Caso replicasse o 2-0 ao Arsenal, em 2008/09, então o encontro decidir-se-ia num prolongamento, o que nunca sucedeu numa eliminatória entre o FC Porto e um clube inglês.

O primeiro resultado que agora serve aos 'dragões' aconteceu em 18 de setembro de 1974, dia em que, nas Antas, a equipa da casa venceu o Wolverhampton por 4-1, em encontro da primeira mão da primeira eliminatória da Taça UEFA de 1974/75.

Os comandados do brasileiro Aimoiré Moreira chegaram ao intervalo a vencer por 3-0, com um autogolo de John McAlle, logo aos três minutos, um tento do peruano Teófilo Cubillas, aos 37, e outro do brasileiro Flávio Fonseca, aos 41.

Na segunda metade, os ingleses ainda reduziram, por Mike Bailey, aos 63 minutos, mas, pouco depois, aos 69, Fernando Gomes recolocou a diferença em três golos. Em Inglaterra, o FC Porto perderia por 'suficientes' 3-1.

Três anos volvidos, na segunda ronda da Taça das Taças de 1977/78, o FC Porto conseguiu a sua mais emblemática vitória face a ingleses, ao 'cilindrar' nas Antas o Manchester United por quatro golos sem resposta.

O brasileiro José Leandro, vulgo Duda, foi a grande figura do 'onze' comandado por José Maria Pedroto, ao conseguir um 'hat-trick', com golos aos sete, 26 e 52 minutos, tendo António Oliveira fechado a goleada, aos 59.

Na segunda mão, em Old Trafford, os 'dragões' sofreram cinco golos, mas seguiram em frente, graças a um 'bis' de Seninho, que faturou aos 29 e 85 minutos.

Depois destes dois resultados, o FC Porto só logrou mais um triunfo caseiro com ingleses que viraria na quarta-feira o 0-2 de Anfield Road, quando, há duas épocas, goleou em casa o Leicester, surpreendente campeão inglês em 2015/16, por 5-0.

Os 'dragões' aproveitaram o facto de os 'foxes' já nada terem em jogo -- haviam assegurado o triunfo no Grupo G, com quatro triunfos e um empate -- para conseguirem a sua maior goleada face a conjuntos ingleses.

Em 07 de dezembro de 2016, André Silva, aos seis e 64 minutos, o segundo de penálti, o mexicano Corona, aos 26, o argelino Brahimi, aos 44, e Diogo Jota, aos 77, 'castigaram' um Leicester que se apresentou no Dragão com as 'reservas'.

O 2-0 ao Arsenal, em 2008/09, que 'atirava' a eliminatória para 30 minutos extra, aconteceu também na sexta e última jornada da fase de grupos da 'Champions', mas então estava em jogo o primeiro posto do agrupamento.

Os 'azuis e brancos' partiram dois pontos atrás dos 'gunners', mas acabaram por conquistar o Grupo G, por um ponto, graças aos golos do central Bruno Alves, aos 39 minutos, e do avançado argentino Lisandro Lopez, aos 54.

Além destes quatro resultados, o FC Porto soma ainda mais outros tantos triunfos na receção a ingleses, para um total de oito, todos por 2-1, que agora não serviam, face a Manchester United (2003/04), Chelsea (04/05 e 15/16) e Arsenal (09/10).

Os 'dragões' contam ainda sete empates e quatro derrotas, a última na época passada, por 5-0, precisamente na receção ao Liverpool, que volta na quarta-feira.

*Publicado originalmente no dia 16 de abril de 2019.

Newsletter Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email. Notificações SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações. Na sua rede favorita Siga-nos na sua rede favorita.
4
1