O primeiro-ministro acusou hoje a direita inorgânica de procurar dramatizar a conflitualidade social no país e de já não poupar sequer nos ataques o atual Presidente da República, tendo antes remobilizado Cavaco Silva para a política profissional.