www.sabado.ptleitores@sabado.cofina.pt (Sábado) - 17 abr 09:00

Tanta gente, Mariana*

Tanta gente, Mariana*

A atmosfera deste Governo, em termos de sociabilidades informais e de vínculos de solidariedade familiar, é sufocante e revela que alguns dos seus membros estão largamente dependentes da rede de relações familiares e de amizades político-partidárias no seio da qual se inserem - Opinião , Sábado.

Quando a endogamia é muito elevada nos Governos e nas chefias da Administração Pública, as clientelas plantadas no funcionalismo tendem a maximizar os seus interesses e as suas carreiras. Ou, se quiserem, quando as famílias que ocupam cargos dirigentes no Estado trabalham em justaposição, formando unidades fechadas e auto-suficientes, corre-se o risco de, em determinadas situações, ser mais importante proteger as alianças entre parentes, amigos e membros do mesmo partido, do que trabalhar para diminuir o fundamento desigual e injusto da sociedade, melhorando a situação dos desfavorecidos, aqueles que estão mais expostos às contingências da sobrevivência.

Não é preciso ter estudado em Harvard para saber isto. Não é preciso conhecer muito da humana condição para perceber que o encanto da intimidade obnubila, muitas vezes, a isenção e a independência de juízo próprio.

*Título de um livro de Maria Judite de Carvalho, que nunca precisou de ninguém para ser uma belíssima escritora.

Assine já a edição digital por 1€  para ler o artigo na íntegra ou encontre-o na edição em banca a 11 de abril de 2019.

Se já é assinante, leia o artigo diretamente no ePaper da SÁBADO .    

1
1