observador.ptobservador.pt - 16 abr 23:24

Moçambique. Ex-ministra do Trabalho detida por suspeitas de desvio de fundos da Segurança Social

Moçambique. Ex-ministra do Trabalho detida por suspeitas de desvio de fundos da Segurança Social

Helena Taipo era investigada por subornos e desvio de fundos no Instituto Nacional de Segurança Social. Foi ainda detido um outro arguido no processo, não identificado pelas autoridades.

O Gabinete Central de Combate à Corrupção de Moçambique anunciou esta terça-feira a detenção de Helena Taipo, antiga ministra do Trabalho de Moçambique e ex-embaixadora em Angola, investigada por desvios de fundos no Instituto Nacional de Segurança Social.

Além da antiga governante, de acordo com o Gabinete Central de Combate à Corrupção, subordinado à Procuradoria-Geral da República (PGR) de Moçambique, as autoridades moçambicanas detiveram uma segunda pessoa – não identificada na informação -, arguida no mesmo processo.

“Os mesmos serão, brevemente, apresentados ao juiz da instrução criminal para legalização”, refere o Gabinete Central de Combate à Corrupção, que acrescenta que a detenção foi feita à luz de uma ordem do Tribunal Judicial da Cidade de Maputo.

Taipo foi detida após ser ouvida no início da tarde desta terça-feira pelo Gabinete Central de Combate à Corrupção e levada para um estabelecimento penitenciário da capital moçambicana.

Neste processo, Taipo é suspeita de ter recebido subornos de 100 milhões de meticais (1,4 milhões de euros) para favorecer empresas de construção civil e do setor gráfico em contratos com a Segurança Social, referiu fonte do Ministério Público moçambicano à Lusa em outubro de 2018.

Os factos remontam a 2014, quando Helena Taipo era ministra do Trabalho e nessa qualidade tutelava o Instituto Nacional de Segurança Social (INSS).

4
1