www.jornaldenegocios.ptjornaldenegocios.pt - 15 abr 09:54

CEO da Alibaba diz que trabalhar 12 horas por dia, 6 dias por semana, é uma enorme bênção

CEO da Alibaba diz que trabalhar 12 horas por dia, 6 dias por semana, é uma enorme bênção

O fundador da gigante tecnológica gerou polémica com as suas declarações, e viu-se obrigado a esclarecer que a decisão de trabalhar horas extra deve ser do funcionário, e não uma imposição das empresas.

O fundador e CEO da Alibaba, Jack Ma, juntou-se ao controverso debate na China sobre o equilíbrio entre a vida profissional e a vida familiar, dizendo que os mais jovens deviam olhar para a cultura das grandes tecnológicas que promovem o trabalho suplementar como "uma enorme bênção".

Numa mensagem dirigida aos funcionários da empresa na quinta-feira, e divulgada na conta da Alibaba no WeChat, o CEO sublinha que muitos trabalhadores não têm a possibilidade de fazer horas extra, pelo que, os que a têm, devem aproveitá-la ao máximo.

"Pessoalmente, penso que ter a possibilidade de trabalhar 996 é uma grande bênção", afirmou Jack Ma, referindo-se ao horário das 9 da manhã às 9 da noite, 6 dias por semana (996).

E continuou: "Muitas empresas e muitas pessoas não têm oportunidade de trabalhar 996. E se não trabalharmos 996 quando somos jovens, quando é que o poderemos fazer?", questionou, na mensagem citada pela CNBC.

O empresário de 54 anos, que é hoje um dos homens mais ricos da China, lembrou que ele e os seus colegas que consigo fundaram a gigante do comércio eletrónico trabalharam muitas horas nos primeiros tempos da empresa, e que isso foi vital para o sucesso da Alibaba.

"Deixem-me perguntar a todos, se não dedicamos mais tempo e energia do que os outros, como é que podemos alcançar o sucesso que queremos? Até hoje ainda me sinto um sortudo e não me arrependo (de ter trabalhado 12 horas por dia). Nunca mudaria isso em mim", concluiu.

Depois da polémica gerada pelas declarações, Jack Ma tentou emendar a mão este domingo, explicando que a decisão de trabalhar 12 horas por dia, seis dias por semana, deve ser do trabalhador, e nunca uma imposição da empresa.  

"Ninguém gosta de trabalhar numa empresa que obriga os funcionários a trabalhar 996. Não só é desumano, pouco saudável e insustentável durante longos períodos, como os trabalhadores, os familiares e a própria lei não o aprovam", escreveu o CEO no Weibo. "Se encontrarmos um emprego do qual gostamos, o problema do 996 não existe; mas se não há essa paixão, qualquer minuto no trabalho é um tormento".

Apesar da polémica gerada pelas suas declarações, Jack Ma não é o primeiro empresário de destaque a defender publicamente o trabalho suplementar. Em novembro, o fundador da Tesla, Elon Musk, já o tinha feito, garantindo que "nunca ninguém mudou o mundo a trabalhar 40 horas por semana".

59
1