www.publico.ptpublico.pt - 15 abr 12:44

“Brexit”: “Quem me dera ser britânica”

“Brexit”: “Quem me dera ser britânica”

A série de auto-retratos I Wish I Were British ("Quem me dera ser britânica", numa tradução livre)&#1

A série de auto-retratos I Wish I Were British ("Quem me dera ser britânica", numa tradução livre) da fotógrafa Michela Carmazzi, residente em Londres, dá voz ao estado de ansiedade provocado pelo impacto do "Brexit" na sua vida. "[O projecto] propõe uma reflexão sobre os direitos e privilégios que nos são atribuídos a partir da nossa nacionalidade", refere a italiana na sinopse do conjunto de imagens que foi distinguido no concurso ZEISS Photography Awards, organizado pela World Photography Organization.

"Mudei-me para Londres com o meu companheiro há cerca de cinco anos", explica. "O Reino Unido parecia um lugar de oportunidades e, por isso, decidimos investir o nosso tempo, energia e dinheiro neste lugar — o que só foi possível graças aos nossos passaportes italianos. De repente, o 'Brexit' acontece." O projecto fotográfico resulta do processo de aceitação da incerteza em que Michela e o namorado vivem desde então. "Decidi olhar para a situação de uma perspectiva artística e, mesmo partindo de uma impossibilidade, imaginei que usar uma 'máscara de celebridade britânica' seria a solução para me tornar numa cidadã britânica." Quem dera a Michela ser britânica?

Como é que os portugueses no Reino Unido estão a viver o "Brexit"?

Queremos saber como é estar hoje no Reino Unido. O "Brexit" preocupa-te? Estás a mudar algo na tua vida? Já fotografaste palavras de ordem nas ruas? Partilha connosco a tua opinião, através de textos, pequenas impressões, fotografias ou vídeos.
Vê mais

5
1