pplware.sapo.ptpplware.sapo.pt - 17 mar 10:00

Microsoft também já protege ligações do Chrome e Firefox no Windows 10

Microsoft também já protege ligações do Chrome e Firefox no Windows 10

Com o Windows Defender Application Guard a Microsoft foi ainda mais longe no Edge e agora alargou-o ainda mais. Esta proteção do Windows chegou também ao Chrome e ao Firefox. É uma proteção adicional para o browser e que salvaguarda os utilizadores

A procura da segurança e da proteção dos dados dos utilizadores no Windows 10 tem levado a Microsoft a procurar novas áreas. Para além do próprio sistema operativo, quer também ajuda as apps que por norma estão instaladas.

Com o Windows Defender Application Guard foi ainda mais longe e agora alargou-o ainda mais. Esta proteção do Windows chegou também ao Chrome e ao Firefox. É uma proteção adicional e que salvaguarda os utilizadores.

O Windows Defender Application Guard é uma criação recente da Microsoft para o Windows 10. Esta proteção garante uma segurança ao Chrome.

Para o fazer o browser da Microsoft passa a ser executado num ambiente virtual sempre que é necessário. Desta forma, e para um conjunto de endereços não reconhecidos, a sessão é colocada em pausa e um browser é lançado dentro de uma máquina virtual.

Depois de ter esta capacidade no Edge, a Microsoft resolveu alargá-la ao resto dos browsers e criou uma versão para o Chrome e para o Firefox. Basta a instalação de uma simples extensão e toda a segurança volta a estar ativa.

Nestes 2 browsers, a Microsoft resolveu seguir a mesma linha de acção para garantir a segurança. Caso algum URL mais estranho seja detetado, este é transferido para uma nova instância do Edge, que irá correr dentro de uma VM. Aqui estará protegido e controlado para aumentar a segurança.

Claro que existe uma forma da Microsoft fazer a cola entre estes 2 sistemas e browsers. Para tal tem uma app que deve ser instalada em simultâneo com as duas novas extensões. Esta pode ser obtida aqui e não terá qualquer impacto no Windows 10.

Pode parecer estranha a posição da Microsoft com esta novidade. O Edge prepara-se para mudar e por isso vai ter de ser adaptado. Este poderá ser apenas um teste para preparar este browser para os tempos que ai vêm e que vão ser importantes para o Edge da Microsoft.

O Windows Defender agora também já pode proteger o Chrome da Google

17
1