ionline.sapo.ptionline.sapo.pt - 17 mar 11:32

Diretor das modalidades do Sporting diz que foi agredido em pavilhão do FC Porto

Diretor das modalidades do Sporting diz que foi agredido em pavilhão do FC Porto

Sobre o agressor, Miguel Albuquerque disse: "Perguntem ao Adelino Caldeira"

O diretor das modalidades do Sporting, Miguel Albuquerque, queixou-se ter sido agredido durante o intervalo do clássico em hóquei em patins entre F. C. Porto e Sporting.

Questionado sobre o agressor, o dirigente desportivo disse: "Perguntem ao Adelino Caldeira".

A acusação de Miguel Albuquerque foi feita no fim do jogo, marcado pela vitória do FC Porto sobre o Sporting por 3-1. O dirigente foi à sala de imprensa do Dragão Caixa - o pavilhão do Futebol Clube do Porto para as modalidades do clube – e revelou que tanto ele como a sua mulher foram agredidos, num dos camarotes do recinto, durante o Intervalo do jogo.

"É a segunda vez que venho ao Dragão Caixa e o que se passou hoje [este sábado] nunca se tinha passado na minha vida em 20 anos de alta competição. Estar acompanhado do treinador de futsal do Sporting, Nuno Dias, ser agredido verbalmente durante toda a primeira parte sem a presença de um elemento das forças de segurança. É incompreensível ter sido agredido, é incompreensível agredirem senhoras que estavam connosco", afirmou o dirigente leonine, citado pelo Jornal de Notícias.

"As pessoas que andam no desporto devem pensar no caminho que querem para o hóquei em patins português. O que se passou fora de campo é lamentável. A pessoa que agrediu é facilmente identificável, tinha uma camisola do F. C. Porto. Perguntem ao Adelino Caldeira [administrador da SAD do F. C. Porto], que a colocou fora do pavilhão", acrescentou Miguel Albuquerque.

9
1