rr.sapo.ptrr.sapo.pt - 17 mar 10:53

PJ investiga visita do autor dos ataques na Nova Zelândia a Tomar

PJ investiga visita do autor dos ataques na Nova Zelândia a Tomar

Brenton Tarrant visitou o Convento de Cristo, em Tomar, um templo associado à Ordem dos Templários

Veja também:

A Polícia Judiciária (PJ) está a investigar a passagem de Brenton Tarrant, o autor do ataque a duas mesquitas de Christchurch, na Nova Zelândia, por Portugal.

A notícia é avançada este domingo pelo Jornal de Notícias, que dá conta que a investigação começou depois de ter vindo a público a informação de que o autor do massacre visitou o Convento de Cristo, em Tomar. Este templo está associado à Ordem dos Templários e ao movimento de reconquista e expulsão dos muçulmanos da Europa.

O próprio atirador revelou esta visita no seu manifesto de 74 páginas que divulgou na internet minutos antes do atentado. Neste documento, Brenton Tarrant diz que se "radicalizou numa viagem à Europa".

As autoridades da Nova Zelândia acusaram Tarrant de assassinato, pelos ataques à mesquita Al Noor e à vizinha mesquita de Linwood. O suspeito, que, ao entrar no tribunal, fez um gesto característico dos grupos supremacistas brancos, será novamente presente a tribunal em 5 de abril.

"Atualmente, o homem enfrenta uma acusação de assassinato, mas, obviamente, vamos formular mais", disse a primeira-ministra neozelandesa, Jacinda Ardern.

Segundo as autoridades da Nova Zelândia, Tarrant tinha a intenção de continuar com os ataques.

8
1