pplware.sapo.ptpplware.sapo.pt - 14 mar 19:00

Facebook atribui falha nos seus serviços a "Configuração do servidor"

Facebook atribui falha nos seus serviços a "Configuração do servidor"

A falha de todos os três serviços do Facebook, o Facebook Messenger, o Instagram, bem como o WhatsApp foi agora atribuída a uma configuração do servidor.

O dia em que o império de Zuckerberg tremeu. Ou, por outras palavras, o dia em que nos apercebemos da nossa dependência do Facebook Messenger, Instagram, bem como do WhatsApp. A falha estendeu-se ainda a serviços menos conhecidos como o Workplace, ou mesmo o Oculus. Foram cerca de 14 horas de “apagão”.

Nesse hiato, milhões de utilizadores em todo o mundo expressariam a sua consternação através das redes sobrantes. Aliás, nesse meio tempo, o Telegram recebeu três milhões de novos utilizadores e o Twitter resistiu.

Inegavelmente a maior falha sentida no seio do Facebook, ainda que já se tenha visto algo assim em 2008, mas aí a rede social tinha “apenas” 150 milhões de utilizadores. Entretanto, ultrapassa os 2,3 mil milhões de utilizadores mensais ativos, uma grandeza que implica novas e redobradas responsabilidades.

A falha prolongou-se durante cerca de 14 horas

Não foi a maior interrupção de sempre na história desta empresa, embora tenha sido a mais alarmante para a sua massa de utilizadores. Salvo raras excepções, o Facebook Messenger, Instagram e WhatsApp estiveram inacessíveis, ou parcialmente inutilizáveis durante cerca de 14 horas. A falha começou ontem (13), às 15 horas.

Agora, por volta das 16:30 horas desta quinta-feira (14) de março de 2019, o Facebook esclareceu finalmente o que motivou esta falha. Até ao momento, a empresa limitou-se a garantir que não era um ataque informático, nada mais. Nas suas palavras, garantiu que não se tratava de um ataque de DDoS.

We’re aware that some people are currently having trouble accessing the Facebook family of apps. We’re working to resolve the issue as soon as possible.

— Facebook (@facebook) March 13, 2019

Esta foi a única informação fornecida durante o dia de ontem (13) pela empresa. Contudo, agora a tecnológica norte-americana coloca um ponto final em toda a situação. As causas do incidente prendem-se com a “configuração do servidor”. Isto de acordo com a publicação feita pela própria através da sua conta no Twitter.

Yesterday, as a result of a server configuration change, many people had trouble accessing our apps and services. We've now resolved the issues and our systems are recovering. We’re very sorry for the inconvenience and appreciate everyone’s patience.

— Facebook (@facebook) March 14, 2019

Ontem, como resultado de uma mudança na configuração no servidor, várias pessoas sentiram problemas em aceder às nossas aplicações e serviços. Agora já resolvemos estes problemas e os nossos sistemas estão a recuperar. Lamentamos profundamente o inconveniente e agradecemos a paciência de todos.

A falha fez-se sentir no Facebook Messenger, Instagram e WhatsApp

Em declarações à agência Reuters, um porta-voz da empresa assegurou que a rede social já está 100% acessível, mesmo nas regiões mais afetadas, mesmo nas zonas mais afetadas pelo “apagão”. Contudo, o grupo Facebook afirmou estar a investigar as causas exatas que provocaram esta grande falha no seu ecossistema.

Além disso, o grupo empresarial detido por Mark Zuckerberg diz estar a cogitar uma possível indemnização às empresas afetadas. Recordamos, nesse sentido, que várias entidades empresariais dependem dos serviços WhatsApp, Facebook Messenger, Instagram, bem como da Workplace para a execução da sua atividade.

We’re aware of an issue impacting people's access to Instagram right now. We know this is frustrating, and our team is hard at work to resolve this ASAP.

— Instagram (@instagram) March 13, 2019

O Instagram seria o primeiro a recuperar desta falha, seguindo-se o WhatsApp. Por último, durante esta tarde, o Facebook Messenger e respetiva rede social, afirmou estar agora novamente a 100%. Resta agora a memória do susto, com as mais de 12 horas sem ou com parcial acesso a todos estes três serviços.

Sentiu a falha nas suas redes sociais?

A falha no Facebook, Instagram e WhatsApp foi uma autêntica dádiva para o Telegram

28
1