rr.sapo.ptOpinião de Ribeiro Cristovão - 14 fev 00:00

Águias e leões ao ataque

Águias e leões ao ataque

Em situações diferentes, águias e leões iniciam hoje as hostilidades defrontando equipas turca e espanhola na primeira mão dos dezasseis avos de final.

Depois da Champions, tem hoje início a fase a eliminar da Liga Europa, na qual estão empenhadas duas equipas portuguesas, Benfica e Sporting.

Na Liga dos Campeões, a situação do nosso único representante, o Futebol Clube do Porto, permite manter boas perspectivas. Pelo que ficou à vista no estádio Olímpico, a derrota por um golo de diferença, em Roma, é perfeitamente ultrapassável daqui por três semanas no Dragão.

E as diferenças situam-se exactamente nas condições de visitante e de anfitrião que se irão apresentar ao começo da próxima noite.

Favorito, porque é mais forte e atravessa um bom momento, o Benfica vai enfrentar um conjunto de qualidade, segundo classificado do campeonato do seu país, no qual sobressai com o ataque mais produtivo. E, por isso, terá de munir-se de todas as cautelas.

O treinador encarnado aposta nas saídas de Pizzi, Grimaldo e Jonas, certamente porque essa medida visa não perder de vista o seu grande objectivo que é o de reconquistar o nosso campeonato nacional. Às vezes, jogar em dois tabuleiros ao mesmo tempo nem sempre ajuda aos melhores resultados.

Quanto ao Sporting, tem como adversário um submarino que está com poucas condições de voltar à superfície.

Depois de alguns anos de glória, o Villareal ocupa actualmente o penúltimo lugar da classificação com apenas 20 pontos em 23 jogos, mercê de apenas três vitórias e onze empates, a que se juntam 9 derrotas.

Ao que se sabe, exactamente por essa circunstância o Villa está neste momento mais preocupado com a sua sobrevivência na Liga espanhola, o que pode ajudar os leões de Lisboa a ultrapassar com sucesso esta eliminatória.

Só que o momento da equipa treinada por Keizer também não permite optimismos exagerados.

3
1