observador.ptobservador.pt - 14 fev 00:15

Venezuela. Papa Francisco critica Maduro por não cumprir acordos

Venezuela. Papa Francisco critica Maduro por não cumprir acordos

O Papa escreveu uma carta ao "Excelentíssimo Senhor" Nicólas Maduro depois de este ter enviado um pedido de mediação à Santa Sé. Francisco reiterou "a necessidade de se evitar" derramamento de sangue.

O Papa Francisco criticou Nicólas Maduro por nunca ter feito nada de concreto “para implementar os acordos” estabelecidos para ajudar a resolver a crise venezulena. Numa carta enviada a Maduro, dada parcialmente a conhecer esta quarta-feira pelo jornal italiano Corriere della Serra, Francisco reiterou “a necessidade de se evitar qualquer forma de derramamento de sangue” na Argentina.

A missiva, dirigida ao “Excelentíssimo Senhor” Nicólas Maduro e datada de 7 de fevereiro, surge em resposta ao pedido de mediação envidado pelo líder venezuelano ao Vaticano no início deste mês. Nesta, o Papa lembrou das repetidas tentativas realizadas pela Santa Sé nos últimos anos para “encontrar uma saída para a crise venezuelana”. “Infelizmente, todas foram interrompidas porque o que foi estabelecido nas reuniões não foi acompanhado por gestos concretos para implementar os acordos”, citou  o Corriere della Serra.

O porta-voz interino do Vaticano, Alessandro Gisotti, escusou-se a comentar a publicação de uma carta do Papa que descreveu como “privada”.

Abusos na Igreja

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
11
1