observador.ptobservador.pt - 14 fev 08:00

Relatório do Amor. O que os portugueses mais pesquisam no Dia dos Namorados

Relatório do Amor. O que os portugueses mais pesquisam no Dia dos Namorados

A Google divulgou o "Relatório do Amor" de 2018 com as principais tendências de pesquisa dos utilizadores a 14 de fevereiro. Neste dia, o número de pessoas que procurou a tradução de "Love" duplicou.

Para comemorar o dia de São Valentim, a Google divulgou o “Relatório do Amor”, no qual releva as principais tendências de pesquisa dos utilizadores naquele que é o motor de busca mais utilizado em todo o mundo. A 14 de fevereiro, o número de pessoas que pesquisa a palavra Love [Amor, em português] no Google Tradutor duplica e, apesar de a tradução para espanhol liderar a lista, em segundo lugar está a tradução para português, antes de coreano.

A questão “O que é o amor?” continua a ser uma das pesquisas mais populares na Google. É a partir desta questão e do conhecido livro do conselheiro de relações Gary Chapman, “As cinco linguagens do amor”, que a Google divulga quais são as principais perguntas feitas pelos utilizadores.

Em todos os países, o verbo “beijar” é sete vezes mais pesquisado do que o verbo “abraçar”. Quanto a este ato de amor, as questões mais pesquisadas são: “Como beijar uma rapariga?”, “Como beijar um homem?” e “Como beijar alguém?”. A Google também revela que, a seguir ao Natal, esta é a altura com mais pesquisas sobre “presentes para”.

Entre as questões mais populares “sobre como passar mais tempo de qualidade enquanto casal”, no topo estão as seguintes perguntas: “Como usufruir de tempo de qualidade com o seu parceiro/a?”, “Como estabelecer limites no relacionamento para uma maior tempo de qualidade?” e “Como ter maior tempo de qualidade com o/a parceiro/a?”.

Quando o tema são as relações, as perguntas mais populares pesquisadas podem surpreender. “Como pedir desculpa?“, “Como dar os parabéns ao ex namorado/a?” e “Como dar os parabéns a quem amamos?” estão no topo.

A última informação é referente a emojis: segundo a Google, entre portugueses, franceses e holandeses, o emoji do coração é o mais utilizado no Google Gboard (o teclado digital da Google).

Abusos na Igreja

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
5
1