observador.ptobservador.pt - 13 fev 23:20

Maestro italiano Ennio Morricone vai atuar em Lisboa

Maestro italiano Ennio Morricone vai atuar em Lisboa

A digressão mundial de despedida, 60 Years of Music World Tour', do maestro italiano teve início em 2016 e já conta "com mais de 50 concertos em 35 países".

A digressão mundial de despedida do maestro e compositor Ennio Morricone vai passar por Portugal no dia 6 de maio, com um concerto em Lisboa, tendo como convidada especial a cantora Dulce Pontes, foi anunciado esta quarta-feira.

O espetáculo, que será conduzido pessoalmente pelo maestro e compositor, está inserido na ’60 Years of Music World Tour’, ’tournée’ que teve início em 2016 e que conta com mais de 50 concertos em 35 países, registando cerca de 650 mil espetadores”, refere a organizadora do evento em comunicado.

Segundo o documento, a cantora portuguesa Dulce Pontes será convidada especial do músico “nas restantes datas da ’tour'”.

“O maestro e compositor vai conduzir em palco a orquestra e um coro de mais de 200 pessoas. A lenda viva Ennio Morricone é responsável por algumas das trilhas sonoras mais aclamadas da história do cinema, como é o caso ‘The Hateful Eight’, ‘Inglourious Bastards’, ‘Once Upon a Time in America’, ‘Malèna’, ‘The Untouchables’, entre muitos outros”, acrescenta.

A digressão de despedida termina no seu país de origem, Itália, com seis concertos em Roma e uma última atuação no Festival de Verão da cidade Toscana Lucca.

“Sinto-me privilegiado e excitado por celebrar 90 anos em tão boa forma física. É uma bênção poder continuar a dirigir os meus concertos em tantas maravilhosas cidades europeias e estou muito contente com a generosidade que o meu público continua a demonstrar”, disse Ennio Morricone.

Veja o vídeo da digressão ’60 Years of Music World Tour’ do inédito maestro italiano Ennio Morricone. Abusos na Igreja

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
55
1