www.publico.ptpublico.pt - 13 fev 18:19

Agente falso burla vários jogadores, sindicato deixa alerta

Agente falso burla vários jogadores, sindicato deixa alerta

Vários jogadores alertaram o Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol (FIFPro) depois de terem sido enganados. Burlão prometia contratos a troco de dinheiro.

O Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol (FIFPro) alertou, esta quarta-feira, os jogadores para um esquema fraudulento, em que um falso empresário tem prometido contratos em troca de dinheiro.

A burla segue um padrão: o suposto agente contacta os jogadores através da plataforma Linkedin, garantindo aos futebolistas que existem clubes interessados na sua contratação. De seguida, é exigida uma taxa ao jogador que, em muitos casos, foi paga. Nenhum dos futebolistas chegou a ver ou a falar com Steve Mac Hughes — nome fictício usado pelo burlão —, comunicando exclusivamente através de mensagens escritas no Whatsapp e Linkedin.

O elevado número de jogadores enganados motivou o FIFPro a fazer um alerta internacional. No comunicado, figuram alguns testemunhos de jogadores burlados, que revelam como foram enganados. 

“Ele disse-me que o Bangor estava à procura de um jogador da minha posição. Parecia tudo muito realista. Precisava do dinheiro para tratar da minha estadia. Paguei. Quando cheguei ao aeroporto de Manchester, ninguém me foi buscar e ele não atendeu os meus telefonemas. Enviou-me uma mensagem a dizer que eu teria de esperar. Dormi num hostel, mas voltei à Bélgica no dia seguinte. Estava tão zangado, porque foi difícil conseguir o dinheiro para viajar até à Inglaterra. Pessoas como ele aproveitam-se de jogadores desesperados para assinarem contrato”, contou um jogador proveniente da Serra Leoa, uma das muitas vítimas do falso agente.

PÚBLICO - Foto Clube inglês negou alguma vez ter tido ligação com o falso agente Phil Noble / REUTERS

Um jogador holandês revela que o burlão lhe pediu uma taxa de 500 euros. Outro, da África do Sul, confessa que lhe enviou o dinheiro e, imediatamente a seguir, foi bloqueado no Whatsapp. O Liverpool e o clube tailandês Suphanburi — nos quais o falso agente garantia ter trabalhado — negaram qualquer ligação com Steve Mac Hughes.

2
1