observador.ptobservador.pt - 12 fev 12:23

Festival da Canção 2019 começa no sábado com oito canções a disputarem primeira semifinal

Festival da Canção 2019 começa no sábado com oito canções a disputarem primeira semifinal

Na edição deste ano concorrem 16 temas, cuja final está marcada para 2 de março, em Portimão. Este ano, os temas podem ser ouvidos antes de serem apresentados nas semifinais.

O Festival da Canção, no qual será escolhido o representante de Portugal no Festival Eurovisão da Canção, que decorre em maio em Israel, começa no sábado com a primeira semifinal e oito temas em competição.

Nesta edição concorrem 16 temas. Na primeira semifinal competem “Mais brilhante que mil sóis” (composta por Flak e interpretada por Ela Limão), “A dois” (composta e interpretada por Calema), “Hoje” (Filipe Keil), “Telemóveis” (Conan Osíris), “Inércia” (D’Alva/Ana Cláudia), “O meu sonho” (Lura/Soraia Tavares), “É o que é” (D.A.M.A./João Dungo) e “Perfeito” (Tiago Machado/Matay).

Na segunda semifinal, a 23 de fevereiro, concorrem “O Jantar” (Pedro Pode/João Couto), “O Lugar” (André Tentúgal/ Lara Laquiz), “Igual a ti” (NBC), “Mundo a mudar” (Frankie Chavez/Madrepaz), “Debaixo do luar” (Rui Maia/Mila Dores), “Mar Doce” (Mariana Bragada), “Lava” (Miguel Guedes/Dan Riverman) e “Pugna” (Surma).

As duas semifinais decorrem nos estúdios da RTP, em Lisboa. A final, à qual chegam dez canções, está marcada para 2 de março, em Portimão. Este ano, os temas podem ser ouvidos antes de serem apresentados nas semifinais. Desde 21 de janeiro, estão disponíveis, no site da RTP, vídeos das canções, que incluem as letras.

A primeira semifinal é apresentada por Tânia Ribas de Oliveira e Sónia Araújo, a segunda, por Jorge Gabriel e José Carlos Malato, e a final terá como apresentadores Filomena Cautela e Vasco Palmeirim.

À semelhança do ano passado, a RTP voltou a convidar, para as semifinais, artistas para recuperarem canções do concurso, desde os anos 1960 até à atualidade. Este ano, cabe aos Cais Sodré Funk Connection e aos Kumpania Algazarra trabalharem as canções.

Este ano, a RTP lançou o convite a 14 compositores para que apresentassem uma canção original, inédita, no concurso. A estes juntaram-se dois autores que venceram concursos promovidos pela Antena 1 (um através do programa “Masterclass”, aberto a quem não tenha até aqui música editada, e o outro através de um concurso de livre submissão pública).

Mariana Bragada e Filipe Keil foram escolhidos por concurso, respetivamente através do programa “Masterclass” e do concurso de livre submissão pública, e os restantes convidados pela RTP.

No ano passado, o Festival da Canção, cujo modelo foi renovado em 2016, ficou marcado por duas polémicas: um erro na contagem dos votos na primeira semifinal, que acabou por retirar da corrida a canção “Eu te Amo”, composta por Mallu Magalhães, entrando o tema de Jorge Palma; e a suspeita de plágio da música “Canção do fim”, composta e interpretada por Diogo Piçarra, uma das escolhidas na segunda semifinal, que acabou por levar o músico a desistir da competição, dando lugar ao tema de Aline Frazão.

A música “O Jardim”, interpretada por Cláudia Pascoal e composta por Isaura, venceu o concurso no ano passado, tendo representado Portugal no Festival Eurovisão da Canção, que decorreu pela primeira vez em Portugal, em Lisboa, na sequência de o país se ter sagrado vencedor em 2017, em Kiev com o tema “Amar pelos dois”, interpretado por Salvador Sobral e composto por Luísa Sobral.

Abusos na Igreja

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
4
1