observador.ptobservador.pt - 12 fev 11:21

NBA. Westbrook, George, Harden e Knicks são recordistas

NBA. Westbrook, George, Harden e Knicks são recordistas

Westbrook, Paul George e James Harden destacaram-se com recordes na jornada de segunda-feira da Liga norte-americana de basquetebol. Knicks são também recordistas, mas pela negativa.

Os All Star Russell Westbrook, Paul George e James Harden estiveram em destaque na jornada de segunda-feira da Liga norte-americana de basquetebol (NBA), com registos recorde, tal com os New York Knicks; mas estes pela negativa.

Westbrook somou o 10.º triplo duplo consecutivo, ao somar 21 pontos, 14 ressaltos e 11 assistências no triunfo caseiro dos Oklahoma City Thunder face aos Portland Trail Blazers por 120-111, deixando para trás os nove de Wilt Chamberlain, em 1968.

Em Oklahoma City, Paul George também conseguiu um triplo duplo, ainda mais impressionante, com 47 pontos, 12 ressaltos e 10 assistências. Paul George e Westbrook, que somou o 23.º triplo duplo da época e 127.º da carreira, tornaram-se, assim, os primeiros companheiros de equipa a registar dados estatísticos na casa das dezenas em três categorias com pelo menos 20 pontos marcados.

Por seu lado, James Harden aumentou para 30 jogos a sua série de embates consecutivos a marcar pelo menos 30 pontos, ao concretizar 31 no triunfo em casa dos Houston Rockets face aos vizinhos Dallas Mavericks (120-104).

Harden, que também somou oito ressaltos e sete assistências, ficou a um jogo de igualar o segundo maior registo da história, que pertence a Wilt Chamerlain, com 31 jogos. O recorde também é do jogador que chegou, um dia, aos 100 pontos, com 65 encontros.

Nos outros jogos da ronda, destaque para os New York Knicks, que igualaram o seu recorde de derrotas consecutivas, ao somarem a 17.ª na visita aos Cleveland Cavaliers, vencedores por 107-104, com 20 pontos de Collin Sexton.

Abusos na Igreja

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
3
1