pplware.sapo.ptpplware.sapo.pt - 12 fev 12:00

NASA alerta que Asteroide do Apocalipse surgirá no Dia de São Valentim

NASA alerta que Asteroide do Apocalipse surgirá no Dia de São Valentim

As rotas dos asteroides são calculadas tendo em vista possíveis colisões com o nosso planeta nos anos futuros. No caro deste corpo celeste, há a probabilidade de que o chamado "asteroide do Apocalipse" entre em colisão com a Terra daqui a 100 anos, segundo a NASA.

As rotas dos asteroides são calculadas tendo em vista possíveis colisões com o nosso planeta nos anos futuros. No caso do chamado “asteroide do Apocalipse” há a probabilidade de que entre em colisão com a Terra daqui a 100 anos, segundo a NASA.

Este ano iremos ver a passagem deste objeto no próximo dia 14 de fevereiro e surgirá então a partir do lado direito de Marte.

Chama-se tecnicamente Bennu ou, como foi já apelidado, o “asteroide do Apocalipse”. Este viajante do espaço poderá ser visto a olho nu no céu durante a noite do Dia de São Valentim. Virá assim brindar o Dia dos Namorados, já no próximo dia 14 deste mês.

A NASA tem este asteroide debaixo de olho. Em 2016, a agência espacial norte-americana iniciou uma missão com a nave OSIRIS-REx para estudar e recolher amostras deste asteroide.

Mas haverá probabilidade deste asteroide colidir com a Terra?

Segundo alguns cálculos, essa possibilidade existe. Aliás, o asteroide possui um grande potencial de atingir a Terra e está listado na Tabela de Risco Sentry.

Em caso de colisão com a Terra, o asteroide lançaria 80 000 vezes mais energia do que a bomba atómica de Hiroshima, sendo assim, é um dos asteroides mais perigosos nas proximidades da Terra.

Conforme podemos ler via jornal Express.

Formação desta rocha espacial

Segundo as informações derivadas do estudo deste objeto, provavelmente foi formado no principal cinturão de asteroides entre Marte e Júpiter. Contudo, situa-se agora mais perto do que nunca da Terra.

101955 Bennu pode conter moléculas orgânicas similares àquelas que deram origem à vida na Terra, pois, a sua matéria não sofreu mudanças durante milhões de anos.

https://pplware.sapo.pt/wp-content/uploads/2019/02/1999_RQ36.ogv.480p.vp9_.webm Missão revolucionária para chegar a Bennu

A Osiris-Rex é a primeira nave espacial lançada a partir da Terra a conseguir circular nas proximidades de um objeto celeste tão pequeno com gravidade suficiente apenas para manter o veículo numa órbita estável.

Curiosamente, o acrónimo OSIRIS foi escolhido em referência ao antigo e mitológico deus egípcio Osíris, o senhor da morte no submundo. Além disso, o seu nome foi escolhido para essa missão, pois o asteroide Bennu pode, possivelmente, atingir a Terra causando destruição e morte.

O asteroide do fim do mundo

O corpo celeste, denominado “asteroide do Apocalipse”, está localizado entre a Terra e Marte, pesa 87 milhões de toneladas e orbita o Sol.

A NASA ainda acredita que haja a presença de água ou moléculas similares à água que podem ajudar a revelar como o Sistema Solar foi formado e a história dos seus planetas.

Atualmente, a Osiris-REx está na órbita de Bennu, avaliando possíveis locais de pouso a fim de recolher amostras, devendo voltar à Terra em 2023.

49
1