www.jornaldenegocios.ptjornaldenegocios.pt - 11 fev 07:48

Encomendas de iPhone para a China afundam 20%. Huawei dispara

Encomendas de iPhone para a China afundam 20%. Huawei dispara

A gigante tecnológica americana viu as encomendas num dos seus principais mercados, a China, a decrescerem 20%. A concorrente Huawei conta a evolução inversa, tendo as respetivas encomendas disparado 23%.

As encomendas de aparelhos iPhone para a China deslizaram 20% no último trimestre do ano passado, evidenciando o recuo da Apple face a outros concorrentes, como a Huawei, em território chinês.

O declínio da Apple aconteceu ao dobro do ritmo da contração verificada no mercado chinês durante o mesmo período, estimando-se que este tenha caído 9,7% nos últimos três meses de 2018, de acordo com a IDC.

A mesma  empresa aponta não só o abrandamento da economia chinesa como um dos fatores a travar o Apple na China, como também a crescente demora em repor stocks e, finalmente, os preços elevados.

O mercado chinês era dos mais importantes para a "gigante da maça", que nele apoia grande parte do seu crescimento. A falta de inovação tecnológica tem ditado menos interesse da parte dos consumidores em substituir os respetivos aparelhos. A par da Apple, também a chinesa Xiaomi viu as encomendas caírem consideravelmente, na ordem dos 35%, mas neste caso, a justificação estará numa restruturação interna da empresa e em correções no inventário.

Em oposição, a Huawei viu as encomendas dispararem cerca de 23%, apesar do trimestre turbulento no qual a responsável pelas finanças da empresa e filha do fundador foi presa nos Estados Unidos acusada de fraude bancária. A Huawei lidera o número de encomendas na China, a Apple fica-se pelo quarto lugar e a Xiaomi em quinto.

3
1