www.sabado.ptleitores@sabado.cofina.pt (Sábado) - 10 fev 05:00

A toque de caixa

A toque de caixa

Técnico, rigoroso, não opinativo, robusto apesar de incompleto, o documento da auditoria sobre a Caixa Geral de Depósitos é devastador, e compreende-se porque foi considerado perigoso. Li-o de fio a pavio. É o testemunho do divórcio entre a Banca sonhada pelos portugueses, e um pesadelo pago pelos mesmos - Opinião , Sábado.

Aos costumes tenho de dizer algo. A começar pelo facto de ter todas as poupanças de uma vida de trabalho (que começou aos 18 anos) depositadas na Caixa Geral de Depósitos.

Nada me move contra aquela, e sobretudo contra a sua existência, e tudo me move a favor das duas. Sempre defendi a imperatividade de um banco público, que pudesse segurar, proteger e canalizar os investimentos de quem labora e paga impostos em Portugal.

Assine já a edição digital por 1€  para ler o artigo na íntegra ou encontre-o na edição em banca a 7 de fevereiro de 2019.

98
1