www.publico.ptpublico.pt - 14 jan 11:52

Defesa do cantor R. Kelly nega as acusações de assédio feitas em documentário

Defesa do cantor R. Kelly nega as acusações de assédio feitas em documentário

Na série documental, o artista é acusado de assédio sexual por várias mulheres.

O advogado de R. Kelly negou as acusações de assédio sexual que várias mulheres fizeram ao cantor de R&B no documentário Surviving R. Kelly

Steve Greenberg disse numa entrevista que a série documental de seis horas do canal Lifetime é apenas uma “peça de sucesso com fins lucrativos, cheia de falsidades e erros”. O advogado nega as acusações de que o seu cliente é alvo dizendo que são “completamente fabricadas”.

Greenberg disse ainda que “existem mulheres a afirmarem coisas, é um direito delas, mas não há provas de que o que dizem aconteceu”. 

R. Kelly, de 52 anos, é um cantor de Chicago mais conhecido pelo êxito I Believe I Can Fly. Nos últimos anos, tem negado as várias acusações de assédio sexual a que tem sido alvo, incluindo as que são feitas no novo documentário.

Surviving R. Kelly junta os testemunhos de mulheres que dizem ter sido vítimas do cantor durante décadas, algumas delas menores. A série documental tem sido um sucesso para o canal, e a estreia, a 3 de Janeiro, atraiu 1,9 milhões de espectadores. Esta é já a maior audiência que a estação registou em dois anos. 

Depois da estreia do documentário, Lady Gaga disse que não iria voltar a trabalhar com o cantor e prometeu retirar o tema que tem em conjunto com R. Kelly, Do What You Want, das plataformas de streaming

5
1