eco.sapo.pteco.sapo.pt - 14 jan 11:35

Revista de imprensa internacional

Revista de imprensa internacional

Bruxelas quer acabar com vetos das políticas fiscais comunitárias. Comércio chinês já viveu melhores dias e Apple prepara apresentação de três novos modelos do iPhone.

O comércio chinês não fechou 2018 com chave de ouro e os efeitos desse cenário menos favorável já estão a ser sentidos nos mercados de todo o mundo. Da China para Espanha, os bancos espanhóis e as sociedades de corretagem vão ter de fazer alianças com outras entidades para proteger os ativos dos clientes. Bruxelas quer acabar com vetos nas políticas fiscais comunitárias e a Apple tem novidades. E a VW volta a recolher automóveis.

Financial Times

Bruxelas quer acabar com vetos nas políticas fiscais comunitárias

A Comissão Europeia vai propor, esta semana, mudar o modelo de aprovação das políticas fiscais comunitárias, eliminando o poder de veto dos Estados-membros e introduzindo a aprovação por maioria. Atualmente, uma medida cai sempre que um país a vete, um poder que tem sido utilizado incorretamente em benefício dos interesses nacionais de cada Estado-membro. O que Bruxelas propõe agora é, até 2020, eliminar essa possibilidade e exigir que as políticas fiscais sejam aprovadas pela maioria. As expectativas de que esta medida avance são, contudo, magras, já que muitos países são contra. Leia a notícia completa na Financial Times (acesso livre / conteúdo em inglês).

Reuters

Volkswagen pode ter de chamar mais 370 mil carros às oficinas

Poderá haver um novo recall na fabricante de automóveis. A Volkswagen pode ter de chamar às oficinas mais 370 mil carros a gasóleo na Europa, caso o regulador dos transportes alemão conclua que a empresa ludibriou quando reparou os veículos poluentes. O regulador acusa a marca alemã de manipular o software de emissões nos veículos com motores de 1,2 litros, incluindo o popular Polo. Leia a notícia completa na Reuters (acesso livre / conteúdo em inglês).

Cinco Días

Bancos devem fazer acordos com rivais para se blindarem

Os bancos espanhóis e as sociedades de corretagem vão ter de fazer alianças com outras entidades para proteger os ativos dos clientes, sejam instrumentos financeiros, seja dinheiro vivo. A CNMV, a homóloga da CMVM em Espanha, terá máximos poderes e vai poder determinar que passe tudo para os bancos associados em casos de problemas com a entidade em causa. A norma publicada no passado dia 28 de dezembro vai mais além do que está previsto na diretiva Mifid2 como no draft da norma elaborada pelo Executivo anterior. Assim todas as entidades financeiras que prestem serviços de investimento, assim como aos brokers, estão obrigado a chegar a acordo com um rival para salvaguardar os ativos dos clientes e também o seu dinheiro. Leia a notícia completa no Cinco Días (acesso livre / conteúdo em espanhol).

BBC News

Comércio externo chinês desacelera

O ritmo de crescimento do comércio externo global da China desacelerou, em 2018, enquanto o excedente da balança comercial do país com os Estados Unidos aumentou, para um novo máximo, apesar das disputas comerciais com Washington. No conjunto, as exportações da China registaram um crescimento homólogo de 7,1%, para 2,5 biliões de dólares, depois de terem crescido 7,9%, em 2017. As importações avançaram 12,9%, para 2,1 biliões de dólares, após um aumento de 15,9%, no ano anterior. Leia a notícia completa na BBC News (acesso pago / conteúdo em inglês).

Expansión

Apple pode apresentar três novos iPhones este ano

A expectativa está no mês de setembro, que é quando a gigante tecnológica deverá apresentar novos telemóveis iPhone. De acordo com especialistas, a Apple irá lançar três novos modelos, sendo que um deles — o mais aguardado — contém três câmaras traseiras. A imagem do suposto iPhone com três lentes na parte de trás do dispositivo começou a circular na internet na semana passada e alguns jornais internacionais já vieram confirmar a existência deste iPhone, apenas um de um total de três a serem lançados em 2019. Leia a notícia completa no Expansión (acesso livre / conteúdo em espanhol).

2
1