www.publico.ptpublico.pt - 14 jan 14:23

No Ponto: Viúvas, Braga

No Ponto: Viúvas, Braga

Regularmente, a Fugas divulga um vídeo novo sobre um doce diferente.

Sabe-se que este doce fechado em trouxinha terá sido confeccionado no Convento dos Remédios, em Braga. Nos livros de despesa do Mosteiro de Tibães, desde o início do século XVIII, existe menção à compra de “pastéis dos Remédios”, ou simplesmente “pastéis”, que seria este doce feito no Convento dos Remédios e que os monges de Tibães encomendavam por altura das festas de São Bento. Mais adiante, no século XVIII, começa a aparecer a expressão “viúvas dos Remédios” aplicado ao doce. No século XX, o doce desapareceu, deixou de ser confeccionado e a receita pareceu perdida.

Mais recentemente, em 2013, com a ajuda de estudos a livros de despesa e a livros de receitas de particulares, chegou-se às viúvas de Braga que hoje temos. Trata-se de uma massa feita de manteiga, farinha, ovos e leite, com um recheio de açúcar, gemas de ovo e amêndoa. As viúvas são laboriosamente embrulhadas em papéis recortados e fechados com fitinhas azuis e amarelas.

Fotogaleria A Doçaria Portuguesa

Cristina Castro criou o projecto No Ponto para registar e dar a conhecer os doces do país. Tem vindo a publicar a colecção A Doçaria Portuguesa, "os mais completos livros sobre a história e actualidade dos doces de Portugal". A investigação para este trabalho levou a autora a viajar por todos os concelhos em busca de especialidades doceiras. A partir da oportunidade de ver como se faz, de falar com quem produz, de conhecer vidas, histórias e tradições associadas à doçaria, surgiram os vídeos que desvendam um pouco de cada doce. Regularmente, a Fugas revela um vídeo novo sobre um doce diferente.

2
1