desporto.sapo.ptdesporto.sapo.pt - 14 jan 13:45

Futebol/Angola: Petro de Luanda assinala 39 anos a pensar na recuperação dos tempos áureos

Futebol/Angola: Petro de Luanda assinala 39 anos a pensar na recuperação dos tempos áureos

O futebol leva mais tempo de “jejum”, há 10 anos sem vencer o campeonato angolano. ...

Em busca dos tempos áureos nas modalidades de referência como futebol, basquetebol e andebol, o Atlético Petróleos de Luanda (APL) celebra hoje (14 de Janeiro) 39 anos desde a sua fundação.

O futebol leva mais tempo de “jejum”, há 10 anos sem vencer, enquanto as demais disciplinas vão alternando com o principal “rival”, 1.º de Agosto.

O andebol sénior feminino, por exemplo, sagrou-se na última época campeão nacional, depois de quatro anos sem títulos, ao passo que o basquetebol teve a última conquista em 2015, ano em que venceu também a Taça de África dos Clubes Campeões.

Trabalhar para recuperar o domínio dos anos idos a nível interno e continental é a grande aposta do clube “tricolor”, liderado por Tomás Faria, que a cerca de quatro anos definiu estas três como sendo as modalidades nucleares, dada as restrições financeiras de que o Petro tem sido alvo por parte do principal patrocinador, a Sonangol.

Este ano a equipa de futebol procura chegar à fase de grupos da Taça da Confederação Africana de Futebol e a de basquetebol augura conquistar a Liga dos clubes campeões no continente, numa altura em que o andebol feminino está de regresso a maior competição de clubes a nível de África, depois da última presença em 2015.

Nas décadas de 80 e 90 o Petro de Luanda dominou, conquistando, até a data presente, em futebol 15 campeonatos nacionais, 11 Taças de Angola e 8 Supertaças. O basquetebol conseguiu 12 campeonatos, 12 Taças e 6 Supertaças e o andebol 23 campeonatos nacionais, 9 Taça de Angola, 11 Supertaças, 19 Liga dos Campeões de África e 18 Supertaças Africanas “Babacar Fall”.

O desporto “rei”, futebol, tinha presença regular em provas africanas, neste período, no qual “lançou” o seu nome além fronteiras, mesmo sem ter ganho qualquer troféu.

Para saudar os 39 anos do clube realiza-se, nas suas instalações (Complexo Demóstenes de Almeida), várias actividades, sobretudo nos escalões de formação.

Um dos mais populares e notáveis do país, o clube movimenta as modalidades de futebol, basquetebol, andebol, ginástica, atletismo, hóquei em patins, voleibol, vela, karaté e ciclismo.

Dentre os nomes que sobressaíram nesta agremiação, constam Jesus, Lufemba, Saavedra, Abel Campos, Quim Sebastião, Santo António, Gilberto e Flávio (futebol), Palmira Barbosa, Ilda Bengue, Marcelina Kiala e Justina Praça (andebol), Aníbal Moreira, Ângelo Victoriano, Artur Barros, Benjamin Romano, Benjamin Avó e Baduna Victoriano (basquetebol).

O clube tem a sede social na baixa luandense, onde treinam as equipas de formação de basquetebol, ginástica, karaté e hóquei em patins, enquanto o andebol sénior e o futebol trabalham no Complexo Demóstenes de Almeida, também conhecido por ”Catetão”, na Rua Deolinda Rodrigues.

O recinto compreende, entre outros, dois campos de futebol relvados e áreas onde funcionam os centros de musculação e de estágio, o departamento médico e uma lavandaria.

Newsletter Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email. Notificações SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações. Na sua rede favorita Siga-nos na sua rede favorita.
1
1