24.sapo.ptGuilherme Duarte - 13 jan 11:01

A homossexualidade é uma doença

A homossexualidade é uma doença

Título: A homossexualidade é uma doençaLead: O que é a homossexualidade? Quais os tipos e sintomas? Quais as causas e tratamentos? Tudo o que precisa saber sobre esta doença ...

A 17 de Maio de 1990, a Organização Mundial de Sa��de retirou a homossexualidade da lista de doenças. No entanto, houve muita gente que ainda não dobrou o século devido ao bug do milénio que teve no cérebro e continua a considerar a homossexualidade como uma patologia, mental ou genética. Assim sendo, sinto que faz falta uma página dedicada a essa doença naqueles sites de “medicina” online que têm todos os sintomas, causas e tratamento para tudo.

O que é a homossexualidade?

A homossexualidade é uma patologia caracterizada pela atracção por pessoas do mesmo sexo. Um homem que sente atracção física por outros homens, ou uma mulher que sente atracção física por outras mulheres. Nos indivíduos de género neutro, a homossexualidade manifesta-se pela atracção por objectos inanimados como paredes ou agrafadores.

Tipos de homossexualidade

Homossexualidade passiva: indivíduo do sexo masculino que tira prazer sexual da penetração anal. Este indivíduo não fica satisfeito com dildos ou instrumentos eróticos e apenas deseja albergar em seu ��nus um pénis verdadeiro.

Homossexualidade activa: indivíduo do sexo masculino que apenas tira prazer de penetrar outros indivíduos do sexo masculino, excepto quando na prisão, já que aí é ser macho.

Super-homossexualidade: a super-homossexualidade está presente em indivíduos que juntam as características passivas e activas da homossexualidade e que gostam de andar em comboio com mais do que duas pessoas ao mesmo tempo.

Causas

Exposição a pornografia entre pessoas do mesmo sexo, mas, curiosamente, homens que vejam pornografia lésbica não parecem contrair a doença da homossexualidade.

Utilizar casas de banho públicas, especialmente para homens que urinam sentados.

Alimentação exclusivamente vegana pois a falta de carne pode despertar o vírus da homossexualidade.

Fatores de risco
  • Viver perto do Chiado.
  • Ter o pai ausente, motivo pelo qual todas as crianças dos orfanatos e filhos de consultores informáticos contraem a doença.
  • Ser abusado por padres na infância já que o vírus se pega sexualmente e há muitos padres com a doença, mas que estão no armário.
Sintomas da homossexualidade

Nos homens:

  • Gostar de Lady Gaga, de Madonna, de Céline Dion, Barbra Streisand e Elton John
  • Preferir badminton a futebol
  • Gostar de ir ao IKEA
  • Condizer o cinto com o calçado
  • Demorar mais de uma hora a tomar banho
  • Usar óleos para a barba

Nas mulheres:

  • Gostar da Dina
  • Preferir ver programas sobre carros do que sobre cozinha
  • Vestir camisas de xadrez
  • Usar cabelo curto
  • Gostar de calçado com velcro
Diagnosticar a Homossexualidade

Por ser uma doença com sintomas silenciosos, torna-se difícil o seu diagnóstico. A homossexualidade pode ser uma doença gradual que se manifesta em criança, quando um rapaz gosta de brincar com bonecas ou uma rapariga gosta de brincar com o barco pirata da Playmobil. A doença progride ao longo dos anos e se não for tratada pode dar origem a surtos psicóticos onde um indivíduo acaba por cair de boca na genitália de outro individuo do mesmo sexo. O diagnóstico final deve sempre ser feito por um médico ou um psicólogo depois de análises ao sangue, radiografias torácicas e teste do balão que mede a quantidade de homossexualidade no bafo.

Nem todos os homens que fazem sexo com outros homens, ou mulheres que fazem sexo com outras mulheres, são, obrigatoriamente homossexuais. Existem muitos falsos positivos devido a uma noite de copos com os amigos. Por vezes, a doença tem um período de incubação de um casamento de fachada com um indivíduo do sexo oposto. Pode durar anos e ninguém desconfiar, no entanto, quando a incubação acaba, a doença ataca em força fazendo com que o doente comece a varrer pessoas do mesmo sexo como se viesse o fim do mundo.

Prevenção

Para os homens, a prevenção passa por coçar a genitália em público e cuspir para o chão dez vezes ao dia.

Para as mulheres, a prevenção deve começar na adolescência com duas sessões de masturbação ao dia enquanto ouvem Paco Bandeira.

Tratamento da Homossexualidade

A homossexualidade deve ser tratada pois se não for curada pode dar origem a mais pessoas desempregadas no mundo das artes.

O tratamento passa por uma fase de desmame, em alguns casos literalmente, em que um homem deve começar por fazer sexo com mulheres com buço e de voz grossa, até que esteja confortável e só depois passar para mulheres sem pilosidades faciais. No caso das lésbicas, este desmame deve ser feito com o auxílio de homens totalmente depilados e sem barba para se ir habituando à suavidade do corpo de outra mulher. Pode ser necessário recorrer a pastilhas com sabor a pénis ou vagina como SOS em momentos de extremo desejo. Outros fármacos podem ser utilizados no tratamento, mas nunca em formato de supositório.

Sugestões e dicas de vida completamente imparciais:

Para ver: O filme Filadélfia
Para ouvir: Podcast Sozinho em Casa, de Guilherme Geirinhas
Para rir: Festival de Humor e Arte “RISORIUS” em Abergaria-a-Velha

Newsletter As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas. Notificações Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso. Na sua rede favorita Siga-nos na sua rede favorita.
31
1