visao.sapo.ptvisao.sapo.pt - 12 jan 10:00

Boa higiene oral diária pode evitar disfunção erétil

Boa higiene oral diária pode evitar disfunção erétil

Um novo estudo realizado por pesquisadores chineses dá conta de que a má higiene oral pode, entre outras coisas, afetar o desempenho sexual do homem

Os homens que não escovam os dentes, pelo menos, duas vezes ao dia, são quase três vezes mais suscetíveis a sofrer de disfunção erétil relativamente aos outros.

Esta é a conclusão de uma nova investigação realizada pela Universidade de Jinan, na China, e publicada na revista científica Journal of Sexual Medicine, que sugere que a doença das gengivas (a periodontite é uma das formas mais graves deste problema) aumenta as hipóteses de os vasos sanguíneos do pénis ficarem danificados.

Os pesquisadores analisaram cinco estudos que envolveram mais de 200 mil homens e que relacionavam a periodontite com a disfunção erétil e perceberam que há, realmente, uma ligação direta entre as duas condições, sendo que os homens com periodontite, provocada por má higiene oral, tinham 2,8 vezes mais probabilidade de não conseguirem ter uma ereção.

Esta ligação, dizem os investigações, pode ter a ver com a origem dos dois problemas, já que ambas surgem a partir do mesmo tipo de inflamação nos vasos sanguíneos. Essa inflamação é provocada por uma molécula denominada PCR, que apresenta, em homens com periodontite e com disfunção erétil, níveis considerados anormais.

Esta molécula também se encontra em grande percentagem em homens com doenças cardíacas, sendo que começa a danificar os vasos sanguíneos menores, antes de afetar os órgãos principais.

Um estudo do ano passado, publicado pela Universidade de Ganada e que analisou homens europeus pela primeira vez, tinha já descoberto que o risco de impotência era quase o dobro naqueles que descuidavam a higiene oral.

73
1