observador.ptJoão Marques de Almeida - 12 jan 23:45

Os restos do Estado Novo no PSD

Os restos do Estado Novo no PSD

Para mal de Portugal, a nossa democracia e a nossa economia continuam a viver com muitas heranças do Estado Novo. Também no PSD há uma linha Estado Novo, onde Ferreira Leite surge em destaque.

Um amigo meu costuma contar a seguinte história. Um dia foi falar a uma iniciativa do PSD na Maia, nos tempos em que Vieira de Carvalho era o Presidente da Câmara. Depois de ter defendido a direita durante a sua intervenção e de ter seguramente entusiasmado os assistentes, um militante do PSD disse-lhe durante o almoço: “sabe senhor Professor, nós aqui somos todos do PSD. Já erámos do PSD antes do 25 de Abril.” É extraordinário que uma pessoa com dificuldades evidentes em lidar com a democracia e com o pluralismo politico venha criticar a direita democrática e liberal. Para essa direita, ninguém tenha dúvidas, Ferreira Leita constitui um caso de radicalismo político, nas fronteiras do anti-democrático. Tal como disse o militante anónimo da Maia, também Ferreira Leite já era “social democrata” antes do 25 de Abril. E, para mal do PSD, não é um caso isolado.

25
1