expresso.ptexpresso.pt - 12 jan 10:00

Coca-Cola coloca à venda edifício na 5ª Avenida em Nova Iorque

Coca-Cola coloca à venda edifício na 5ª Avenida em Nova Iorque

Imóvel está arrendado, ou seja, não está a ser usado pela marca de refrigerantes

A Coca-Cola colocou à venda o edifício que detém, há já 36 anos, na 5ª Avenida, em Nova Iorque, nos Estados Unidos. A empresa de bebidas não alcoólicas e refrigerantes, que desde o início deste ano é a dona das lojas Costa Coffee (uma concorrente da Starbucks), “determinou que, no desenvolvimento das suas atividades em Nova Iorque, não precisa de manter o investimento no edifício”, diz numa declaração oficial citada pela Bloomberg.

De facto, apesar de ser conhecido como edifício da Coca-Cola, o prédio não está a ser ocupado pela empresa e o seu valor de mercado pode mesmo ultrapassar os mil milhões de euros. Não só por causa da localização, já que a 5ª Avenida é uma das ruas mais caras do mundo, tanto no valor dos imóveis como nas rendas de escritórios e lojas, mas também por causa de transações que se realizaram na mesma zona.

Foi o caso do edifício da Sony na Madison Avenue, muito próximo do da Coca-Cola, que foi vendido por 1,1 mil milhões de dólares (cerca de €960 milhões ao câmbio atual) há seis anos (2013). E que, três anos depois, em 2016, foi novamente transacionado por 1,4 mil milhões de dólares (€1,2 mil milhões), escreve a Bloomberg.

Além disso, o prédio está arrendado quase na totalidade a empresas de renome, como a Ralph Lauren, que tem ali o restaurante The Polo Bar, ou às marcas de relógios Omega e Breguet, que ocupam as duas lojas de rua.

UMA PARTE DA HISTÓRIA DE MANHATTAN. É o nº 711 da 5ª Avenida, a poucos metros do Central Park e quase ao lado da Trump Tower (a torre construída por Donald Trump, hoje Presidente dos EUA). Foi comprado em 1983, mas apesar de ter o nome escrito na porta de entrada, não é a Coca-Cola que o ocupa

UMA PARTE DA HISTÓRIA DE MANHATTAN. É o nº 711 da 5ª Avenida, a poucos metros do Central Park e quase ao lado da Trump Tower (a torre construída por Donald Trump, hoje Presidente dos EUA). Foi comprado em 1983, mas apesar de ter o nome escrito na porta de entrada, não é a Coca-Cola que o ocupa

getty

É por isso que a Cushman & Wakefield, em Nova Iorque — a consultora escolhida para vender este imóvel —, lhe chama de “ativo de classe mundial”. “O número 711 da 5ª Avenida é um dos segredos mais bem guardados de Manhattan, uma jóia de luxo com uma história muito rica, que remonta a 1927”, diz ainda em comunicado, o responsável pela área da investimento da Cushman & Wakefield em Nova Iorque, Doug Harmon.

UM EDIFÍCIO COM HISTÓRIA

O número 711 da 5ª Avenida foi comprado pela Coca-Cola à produtora de filmes Columbia Pictures, em 1983, mas a sua história começa antes.

Foi construído em 1927, apenas dois anos antes de estalar a Grande Depressão de 1929, e está numa localização privilegiada da 5ª Avenida, a três quarteirões do Central Park e quase ao lado da Trump Tower, a torre de 58 andares que o empresário Donald Trump construiu para ser a sede dos seus negócios antes de ser eleito Presidente dos EUA em 2016.

Mas ao contrário da espelhada Trump Tower, o edifício da Coca-Cola é um típico prédio da Nova Iorque do final dos anos 20, com 19 andares e de estilo art deco, que está hoje ocupado por lojas de rua e escritórios.

2
1