www.jn.ptjn.pt - 11 jan 10:41

Rapper e ativista gay assassinado a tiro aos 24 anos em Porto Rico

Rapper e ativista gay assassinado a tiro aos 24 anos em Porto Rico

Kevin Fret, um conhecido rapper que se destaca pelo ativismo em defesa da comunidade LGBT, foi assassinado com oito tiros em Porto Rico.

O músico, de 24 aos, foi assassinado na quinta-feira, na capital do país, San Juan, de acordo com fontes da polícia, citadas pela BBC.

Kevin foi atingido com vários tiros quando andava de moto. Uma das balas atingiu o rapaz na cabeça. É mais uma vítima de uma onda de violência que só este ano matou 22 pessoas em Porto Rico, disse a polícia.

Foi o próprio agente do músico, Eduardo Rodriguez, quem confirmou a notícia. "Não há palavras que possam descrever este sentimento e a pena que nos dá a morte de uma pessoa que tinha ainda tantos sonhos", lamentou.

O músico ainda foi levado para o hospital, onde acabaria por ser declarado morto. A polícia está agora à procura de uma pessoa que seguia na mesma mota de Fred quando ele foi encontrado e que abandonou o local.

Quem é Kevin Fret?

O artista nascido em Porto Rico começou a ganhar popularidade no início da década, depois de ter lançado várias músicas que se tornaram populares no YouTube.

Há cerca de um mês prestou uma polémica declaração à revista "Paper". "Agora vejo que os rapazes gays e as lésbicas mais jovens estão a olhar para mim como um modelo. Acreditam que se eu faço o que quero, sem me importar com o que as pessoas dizem, também o podem fazer.

A sua rápida ascensão foi acompanhada com alguns casos mais polémicos. No ano passado, enquanto vivia em Miami foi acusado de agressão, diz a BBC. Defendendo-se, explicou que tinha agido em legítima defesa depois de ter sido atacado por ser homossexual.

15
1