www.dinheirovivo.ptRosália Amorim - 9 dez 00:05

Exportadores, precisam-se!

Exportadores, precisam-se!

Daqui a dois dias o Dinheiro Vivo festeja sete anos de atividade, inteiramente dedicados ao jornalismo económico.

A visita do presidente da China marcou a semana. Muitos protocolos foram assinados entre os dois países, mas o mais importante a registar é a vitória político diplomática e económica que representou esta visita de Estado a Portugal.

Já são muitos os investimentos chineses realizados em Portugal, e em sectores estratégicos (REN, Fidelidade, EDP, Millennium Bcp), agora faltam “investimentos produtivos”, desde o setor automóvel ao agroalimentar, disse o ministro Adjunto e da Economia, Pedro Siza Vieira, no debate ‘Road to China’, organizado pelo Dinheiro Vivo e com o DN, JN e TSF, cuja ampla cobertura publicamos nesta edição. O evento decorreu na véspera da chegada do presidente Xi Jinping.

Em Abril será a vez de o presidente Marcelo Rebelo de Sousa retribuir a visita, deslocando-se a Pequim. Desde já se comprometeu a levar na bagagem os temas económicos e políticos, sem esquecer as preocupações com o respeito pelos direitos humanos e as metas ambientais. Até lá, espera-se uma solução para a OPA da CTG à EDP, para que não seja um “irritante” nesta relação bilateral por muito mais tempo.

Esta semana acompanhámos também, a par e passo, a evolução da crise em redor das exportações da Autoeuropa. A investigação do Dinheiro Vivo releva que são 600 os trabalhadores temporários que estão em causa devido ao bloqueio do Porto de Setúbal. Espera-se que os efeitos colaterais da greve não se alastrem de forma irreversível, ao ponto de porem em causa este grande contribuidor para o PIB e para a balança comercial.

Antecipando o mote da conferência de aniversário de 2018 – Sucesso Made in Portugal, que exporta e internacionaliza -, esta edição faz uma análise aos setores e produtos nacionais que mais vendem no estrangeiro. Afinal, foram os exportadores que ajudaram Portugal na última grande crise e é deles que vamos continuar a precisar no futuro!

1
1