www.dinheirovivo.ptdinheirovivo.pt - 8 dez 17:09

PSP faz aviso sobre clonagem de cartões. Saiba os cuidados a ter

PSP faz aviso sobre clonagem de cartões. Saiba os cuidados a ter

A Polícia de Segurança Pública alertou que têm existido ocorrências de clonagem de cartões bancários. O que fazer para se proteger?

Nas últimas semanas houve cinco ocorrências relacionadas com a prática de clonagem de cartões bancários, segundo a Polícia de Segurança Pública. A PSP fez um aviso nas redes sociais para esse risco e deixou recomendações para a prevenção de fraudes. A força de segurança pede ao público a proteger os cartões e os dados, a nunca perder de vista o cartão quando estiver a fazer um pagamento e a confirmar os valores debitados.

Também o Banco de Portugal tem um guia, no Portal do Cliente Bancário, dos cuidados a ter para evitar ser vítima de fraudes com cartões. Os mandamentos do regulador passam pelo seguintes passos:

Zelar pela confidencialidade do código secreto. Não facultar o código secreto a terceiros;

Guardar sempre o cartão em local seguro e de difícil acesso a terceiros;

Confirmar com regularidade que está na posse do cartão;

Quando se estiver a efetuar um pagamento, não perder o cartão de vista e garantir que o cartão é utilizado num único equipamento;

Garantir que, no momento do pagamento e quando se introduz o código secreto, se possuem as devidas condições de privacidade. Proteja-se do olhar de terceiros;

Depois de confirmar o pagamento, não repetir a operação sem que o terminal apresente uma mensagem de que a primeira tentativa foi anulada ou mal sucedida;

Exigir sempre um talão comprovativo da operação realizada;

Guardar o talão que comprova a operação realizada até conferir os movimentos efetuados com o extrato que a entidade emitente lhe enviar (da conta-cartão, da conta de depósitos ou da conta de pagamento, conforme o caso);

Contactar imediatamente o prestador de serviços de pagamento emitente do cartão se detetar movimentos que não realizou;

Confirmar com regularidade os extratos relativos aos movimentos efetuados com o cartão e, caso se detete alguma anomalia, avisar de imediato o emitente;

Ler atentamente toda a correspondência enviada pelo emitente do cartão antes de a destruir.

O que fazer em caso de roubo ou clonagem?

O Banco de Portugal detalha ainda o que se deve fazer em caso de perda, roubo ou falsificação do cartão. “Em caso de perda, roubo, furto, apropriação indevida do cartão ou se suspeitar que ele foi clonado ou falsificado, o titular deve comunicar esse facto imediatamente ao prestador de serviços de pagamento emitente do cartão (ou à entidade designada por este último), através dos contactos indicados pelo emitente do cartão”, explica o regulador.

Esses contactos podem também ser consultados no site do Banco de Portugal.

84
1