www.jn.ptjn.pt - 8 dez 19:17

A perigosa estratégia de crescimento do Facebook

A perigosa estratégia de crescimento do Facebook

Os responsáveis pela Comissão de Cultura e Media do parlamento britânico revelaram um conjunto de e-mails que terão sido trocados entre as mais altas patentes do Facebook.

Grande parte da informação compreende a atividade da rede social entre 2012 e 2015 e os dados agora revelados dão conta de alguns dos movimentos da empresa para dominar este mercado.

Entre as revelações, os documentos dão a entender que o Facebook tentou aceder aos contactos dos telefones dos seus utilizadores sem autorização. O objetivo seria potenciar a opção "Pessoas que pode conhecer", que sugere novos contactos na rede. Através dos números de telefone, a rede de contactos poderia ser maior.

Quando surgiram os primeiros escândalos sobre privacidade, a empresa cortou o acesso que algumas apps externas tinham à rede. Mas terá continuado a dar carta branca a outras, como a Netflix, o Airbnb ou a Lyft.

Os dados parecem ser mesmo a principal preocupação da rede. Neste conjunto de e-mails, o maior receio de Zuckerberg prende-se com a descentralização da informação, assumindo uma posição clara contra a possibilidade de existência de apps menores, sendo o Messenger a única exceção.

Estas novas revelações dão força às suspeitas de que o Facebook tentou alargar a sua área de influência, usando dados pessoais dos utilizadores sem autorização, contrariando a mensagem que os responsáveis têm passado de que estas informações estão a ser tratadas com mais cuidado.

6
1