desporto.sapo.ptdesporto.sapo.pt - 8 dez 17:40

Belenenses vence e deixa Chaves mais último da I Liga

Belenenses vence e deixa Chaves mais último da I Liga

Equipa de Silas venceu com um golo de Licá.

O Belenenses venceu hoje o Desportivo de Chaves por 1-0, na 12.ª jornada da I Liga de futebol, num jogo em que os flavienses enviaram duas bolas ao ferro da baliza 'azul'.

Os lisboetas 'desforraram-se' da derrota frente a este adversário para a Taça da Liga e podem agora dar um salto na tabela classificativa. Já o Desportivo de Chaves continua na última posição do campeonato, com sete pontos, e somou a sexta derrota consecutiva na prova.

O primeiro e único golo do encontro surgiu aos 40 minutos, por Licá, que marcou pela primeira vez nesta edição do campeonato.

Os flavienses começaram melhor e, logo aos 08 minutos, viram Muriel fazer a primeira defesa a remate de Avto, que apesar de ter aparecido isolado não conseguiu desfeitear o guarda-redes brasileiro.

Aos 21, Muriel voltou a negar o golo ao Desportivo de Chaves, desta feita parando como pôde um 'míssil' de Luís Martins.

O Desportivo de Chaves estava na sua melhor fase e, aproveitando algum desnorte da defesa 'azul', construiu nova oportunidade por Ghazaryan, com a bola rematada pelo arménio a embater com estrondo na trave.

O Belenenses acusou a pressão transmontana e começou a libertar-se à passagem da meia hora de jogo, depois de André Santos, num remate de fora de área, dar o primeiro sinal de inconformismo da equipa de Sila.

Aos 40, Licá fez mesmo mexer o marcador: Diogo Viana iniciou a jogada numa investida pela direita, cruzou para o remate acrobático de Fredy, a bola acabou por sobrar para Gonçalo Silva, que descobriu o avançado na área para uma conclusão fácil.

O início da segunda parte foi o período mais enfadonho do jogo, e o primeiro lance de algum perigo surgiu apenas aos 67 minutos, com Licá a perder a possibilidade de bisar. O avançado recebeu no peito o cruzamento de Gonçalo Silva e, quando já tinha só Ricardo pela frente, permitiu o desarme de Hugo Basto.

Sem grande discernimento, o Desportivo de Chaves procurou por todos os meios o empate e isso foi deixando espaço para os avançados do Belenenses explorarem, com Fredy, mais do que uma vez, com boas possibilidades de fazer o 2-0.

Nos 10 minutos finais, o Desportivo de Chaves intensificou a pressão junto à baliza de Muriel e quase era premiado pelo esforço já em tempo de compensação, mas a bola rematada por André Luís acabou devolvida pelo poste, pela segunda vez no jogo. Na resposta, o Belenenses desaproveitou a vantagem numérica para 'matar' o jogo e Luís Godinho deu o encontro por terminado.

2
1